A Companhia de Ballet da Barra (CBB) que atende crianças e adolescentes carentes no Centro de Esporte e Lazer Zezão, na zona Leste de Manaus, pode se tornar instituição de utilidade pública. A proposta é de autoria da vereadora professora Therezinha Ruiz (DEM), e foi encaminhada ontem (22) à Câmara Municipal de Manaus (CMM), como Projeto de Lei n.º 304/2014.


A CBB foi criada em 1995, pelos professores Edna Marta Martí, Eliezer Rabello e Flávio Soares, com intuito de educar crianças e jovens que não tem acesso à cultura, por meio da dança, e proporcionar uma formação profissional a cada participante. Atualmente a Cia de Ballet é coordenada pelas ex-alunas Magda Carvalho e Muriell Gonçalves.

De acordo com a autora do PL, a vereadora professora Therezinha Ruiz (DEM), se a titularidade for concedida a instituição, o projeto poderá receber mais incentivos para continuar desenvolvendo as atividades. “Quando uma entidade sem fins lucrativos é considerada de utilidade pública, ela poderá receber recursos públicos, privados e até internacionais, que são destinados a este tipo de projeto, que trabalha diretamente com a comunidade”, comenta Therezinha.

A Companhia da Barra já conquistou algumas premiações pelo trabalho realizado na área de dança, como: Pequenos Projetos - Grandes Ideias da Fundação Villa Lobos em 2005, Prêmio Pontinhos de Cultura em 2010, Prêmio Culturas Populares edição 100 anos de Mazzaropi em 2012, e o Proarte em 2013.

A parlamentar destaca ainda, a importância de manter ativos projetos que trazem benefícios a comunidade, como o da Companhia de Ballet da Barra. “Há 19 anos a Companhia forma cidadãos por meio da dança, evitando o envolvimento dessas crianças e adolescentes com a criminalidade. Além disso, a dança promove o desenvolvimento físico, psíquico e motor de quem a pratica”, destaca a parlamentar.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar