12ª ‘Primavera de Museus’ tem programação gratuita em oito espaços

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) deu início, nesta segunda-feira (17/09), à programação da “12ª Primavera de Museus”, que vai até a próxima sexta-feira (21/09), com o tema “Celebrando a educação em museus”. O evento é realizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) anualmente, com atividades gratuitas, como rodas de conversa, visitas teatralizadas e mediadas, apresentações de coral, debates, palestras, sarau e oficinas, que são realizados em espaços culturais de todo o Brasil.

Em Manaus, oito museus recebem a programação, cinco deles em funcionamento no Palacete Provincial, que fica na praça Heliodoro Balbi, conhecida como Praça da Polícia, no Centro, zona sul de Manaus. Até a sexta-feira, os museus da Imagem e do Som, da Numismática, da Arqueologia, Tiradentes e a Pinacoteca do Estado oferecem atividades diversificadas, com o objetivo de atrair o público para dentro dos espaços.

“É um evento que acontece anualmente, onde todos os museus brasileiros são envolvidos em atividades acadêmicas, pedagógicas e de entretenimento, com o objetivo de mostrar o trabalho à população que ainda não visita os museus. É uma oportunidade para aprender que museu é memória, é pertencimento e é interação”, disse Aline Santana, gerente do Museu Tiradentes, um dos mais visitados ao longo do ano.

Valorização – A gestora cita o incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, ocorrido no início do mês de setembro, para ressaltar a importância de conhecer e valorizar os espaços culturais públicos que contam a história do país.

“As pessoas precisam começar a pensar, a internalizar e a discutir a importância dos patrimônios culturais. Por que foi preciso acontecer um sinistro desse no Museu Nacional, para que eu possa perceber o acervo que eu tenho no meu Estado? Por que eu não conheço o Palacete Provincial e outros tantos lugares que contam a minha própria história? Vamos valorizar”, alertou Aline.

Programação – Os museus do Palacete Provincial recebem as atividades temáticas das 9h às 14h. Jogos interativos e oficinas de pintura, robótica e análise interpretativa de obras estão previstas para os próximos dias. No Museu do Homem do Norte, localizado no Centro Cultural dos Povos da Amazônia (Bola da Suframa), de terça a quinta-feira, a programação vai das 9h às 16h, com visitas mediadas por personagem caracterizado como indígena, degustação de chá na “Barraca da Jurema”, apresentação do Ritual da Fartura e exibição de documentários e filmes. Na sexta-feira, às 9h30, será realizado o Circuito da Arqueologia, direcionado para acadêmicos da área.

No Museu do Seringal Vila Paraíso, acontece o “Cine Floresta”, com exibição de desenho no período da manhã e da tarde. O museu fica no igarapé São João, afluente do igarapé do Tarumã Mirim, zona rural, com acesso somente por via fluvial.

No Museu Casa Eduardo Ribeiro, localizado na rua José Clemente, 322, Centro, haverá programação na terça, quinta e sexta-feira, com apresentação teatral em parceria com o Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, exibição de filmes e minipalestra. O público-alvo são alunos do ensino fundamental e médio.

“Essa inserção cultural tem que começar na fase escolar, para que seja melhor absorvida pelas crianças e jovens e permaneça durante a vida adulta, sendo repassada às próximas gerações”, considerou Marizete Brandão, gerente do Museu Casa Eduardo Ribeiro.