Bolsonaro critica decisão

Em 28 de outubro os eleitores em 13 estados mais o Distrito Federal vão às urnas para decidir quem serão seus governadores e presidente da República. Entre os 28 candidatos que disputam os governos dos estados, 14 já declararam apoio à Jair Bolsonaro. Haddad, por sua vez, conseguiu o suporte de apenas 2 até esta quinta-feira (11).

Bolsonaro conseguiu o apoio dos três candidatos de seu partido, o PSL, ainda em disputa. São eles: Coronel Marcos Rocha, que concorre ao governo de Rondônia; Antonio Denarium, de Roraima e Comandante Moisés, de Santa Catarina.

Outros estados que possuem os dois concorrentes ao governo e apoiam Bolsonaro são Amazonas, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

Em Minas Gerais, somente o candidato do Novo, Romeu Zema, apoia Bolsonaro. No Rio de Janeiro, o candidato Eduardo Paes do Democratas também optou por apoiar o candidato do PSL. E em São Paulo, João Doria, do PSDB, também declarou apoio a Jair Bolsonaro.

Fernando Haddad, do PT conseguiu apoio do candidato ao governo do Amapá e Rio Grande do Norte.

Rodrigo Rollemberg, do Distrito Federal; Eduardo Paes, do Rio e Márcio França, de São Paulo declararam neutralidade. Os dois concorrente do Pará também se declararam neutros.

Já entre os que ainda não se pronunciaram estão Waldez Góes, do Amapá; Ibaneis, do Distrito Federal; Antonio Anastasia, de Minas; Carlos Eduardo, do Rio Grande do Norte e os dois candidatos do Sergipe.

Ainda nesta quinta-feira (11), o partido MDB declarou que permanecerá neutro na disputa do segundo turno para presidente.

Reportagem, Juliana Gonçalves

#Eleições2018

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here