Take a fresh look at your lifestyle.

20 motoristas são flagrados alcoolizados às vésperas das eleições municipais

Os flagrantes ocorreram durante operações de trânsito realizadas pela cidade pelo Neot e pela CIF

-publicidade-

Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), flagrou 20 condutores alcoolizados entre a noite da última sexta-feira (13) e a madrugada deste domingo (15) de eleições. Os flagrantes ocorreram durante operações de trânsito realizadas pela cidade pelo Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) e pala Central Integrada de Fiscalização (CIF), em apoio às ações da Justiça Eleitoral.

Nessas operações, o Órgão ainda autuou oito condutores por recusa ao teste do bafômetro que, de acordo com o artigo 165-A do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), prevê as mesmas medidas administrativas aplicadas a um condutor flagrado alcoolizado, ou seja: imposição de multa no valor de R$ 2.934,70, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e o recolhimento da CNH.

“Nosso foco foi reforçar a fiscalização da Lei Seca eleitoral, que proibiu a comercialização de bebidas alcoólicas entre as 22h desse sábado (14) até o término das eleições, neste domingo. Por isso realizamos ações integradas com a CIF da Secretaria de Segurança Pública do Estado, mas também montamos nossas blitze nas ruas de Manaus, o que nos resultou esses 20 flagrantes de condutores alcoolizados”, destacou o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá Barbosa.

Remoção

Até as 13h deste domingo, o Detran-AM realizou a remoção de um veículo flagrado pela Justiça Eleitoral em atitude suspeita de boca de urna na porta de uma escola municipal, na zona norte de Manaus.
Durante a vistoria feita pelo juiz da 70ª Zona Eleitoral, pessoas foram vistas distribuindo santinhos de um candidato a vereador na porta da escola municipal São Benedito, no bairro Cidade de Deus.

Assim que a fiscalização se aproximou, o grupo teria corrido, mas dentro da carroceria da picape modelo Strada foi encontrada uma caixa com diversos santinhos do candidato.

Foto: Divulgação

-publicidade-