Take a fresh look at your lifestyle.

3º Colóquio de Proteção do Consumidor de Seguros encerra com a certeza de que o cliente precisa ser mais atuante e engajado no desafio de exigir a melhoria de serviços

-publicidade-

A Secretaria de Proteção e Orientação ao Consumidor – PROCON-AM e a Confederação Nacional das Empresas de Seguros – CNseg, encerraram nesta quarta-feira em Manaus, a 3ª edição do Colóquio de Proteção do Consumidor de Seguros realizada no Hotel Caesar Business Manaus, no bairro Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul da capital.
O evento veio pela primeira vez à Região Norte do Brasil com o desafio de mostrar a ouvidores e executivos do mercado de seguros, as peculiaridades dos estados da região e os principais desafios a serem superados para a melhoria dos serviços e produtos oferecidos pelos diversos segmentos de seguro que estiveram representados no encontro.

No primeiro dia do encontro, assuntos como o Direito do Consumidor e democracia e a importância da informação de qualidade serviram de alicerce para reflexões sobre os segmentos de Saúde Suplementar, Seguro de Automóvel, Previdência Privada, Seguro de Garantia Estendida e Seguro para Celular. Ouvidores e representantes das principais empresas de seguros do Brasil puderam explanar sobre cada setor e trocar informações com os participantes dos órgãos de defesa do consumidor que aproveitaram a oportunidade para tirar algumas dúvidas e fazerem questionamentos.

Na fala de todos os palestrantes que participaram dos dois dias de encontro uma certeza foi compartilhada: a de que o consumidor precisa ser mais consciente e atuante e a população mais engajada no desafio da melhoria dos serviços oferecidos.

No segundo dia do evento foi a vez dos PROCONS apresentarem suas dificuldades e propostas para melhorar o relacionamento com o mercado de seguros. O diretor geral do PROCON-PA, Moyses Bendahan, destacou a barreira das grandes distâncias e da comunicação como os principais desafios do PROCON paraense.

Outra que falou um pouco sobre o trabalho realizado, mas, no Estado de Roraima foi a coordenadora executiva do PROCON de Boa Vista (RR), Sabrina Amaro Tricot. Mesmo sendo um PROCON criado há pouco tempo, ela destacou algumas conquistas do órgão e ressaltou a importância de um trabalho de informação mais intenso junto ao consumidor.

A secretária de Estado do PROCON-AM, Rosely Fernandes, falou da grande satisfação em ter tantos representantes de PROCONS, demais entidades de defesa consumidor e de representantes das empresas de seguros no Colóquio. Rosely sugeriu que as empresas de seguros vejam os órgãos de defesa do consumidor como termômetros para a melhoria dos serviços e afirmou que o caminho do diálogo promovido durante os colóquios é a garantia da construção de uma relação de cidadania verdadeira e duradoura.

FOTO: DIVULGAÇÃO/PROCON-AM

-publicidade-