Nunca um jogo entre Estrela do Norte e Abílio Nery é comum. Neste domingo, 11 de agosto, na Vila Olímpica de Manaus, em jogo válido pela segunda fase da 7ª Liga Olé de Futsal Adulto Masculino, os clubes novamente fizeram um espetáculo à altura de suas tradições: após empate por 3 a 3 no tempo normal, o Estrela do Norte venceu o Abílio Nery por 5 a 4 nos pênaltis, com cobrança certeira de Ozemar Júnior e defesa do “paredão” Wendell no chute de Giannini. Na próxima fase da competição serão apenas 16 clubes na luta pelo título.

Vindo de uma maratona de cinco jogos durante a semana pelo Ciesa pela Conferência Norte dos JUBs 2019, no qual ficaram com a medalha de bronze, os atletas do Gigante da Zona Leste de Manaus entraram em quadra no limite físico. E, mesmo esgotados, abriram 2 a 0, com gol contra de Luiz Henrique desviando para dentro o passe de Caíque e outro de Ozemar Júnior, em cobrança de pênalti – o goleiro Saraiva tinha derrubou Vitinho na área .

Não desistem nunca…

Na segunda etapa, porém, o ANEC tirou três gols da cartola e virou o placar. Giannini diminuiu para 2 a 1, Bodó empatou e em seguida Giannini virou para 3 a 2. Na comemoração, o camisa 14 do Abílio Nery “tirou onda” imitando o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo. Ele fez a pose do “Hulk” fortão e tirou marra falando “Vem tranqüilo. Calma, eu estou aqui”.

Sob o comando da dupla Ivanildo “Careca” Alves e Sonny Ferreira na partida decisiva, o Estrela do Norte então usou a estratégia do goleiro-linha. Como sempre, a tática deu certo e Juninho apareceu como um raio dentro da pequena área para empatar o jogo em 3 a 3, aproveitando a assistência de Caíque, revelação do futsal e do futebol amazonense nas últimas temporadas. A decisão foi para as penalidades máximas.

Sangue frio

Nas cobranças, o Estrela do Norte marcou três vezes com Ozemar Júnior. Caíque e Matheus Castro também deixaram os seus gols no fundo das redes. Do outro lado, o Abílio Nery anotou duas vezes com Luiz Henrique e duas com Giannini. O goleiro Wendell foi o herói do duelo ao defender a terceira cobrança de Giannini. Placar final: 5 a 4 para o time do São José 3 nos pênaltis.

Após o apito final, os atletas do Gigante da ZL devolveram a provocação do adversário, em tom de brincadeira, claro. O “Vem tranquilo” mudou de lado, mostrando que o “Futsal Raiz” sobrevive na capital amazonense. Domingo dos Pais com festa no clube do São José 3.

O Estrela do Norte jogou com os seguintes atletas: Wendell, Edilson, Ozemar, Caíque, Vitinho, Neto Pitillo, Juninho, Matheus Castro e Guga.

Texto e foto:

Emanuel Mendes Siqueira