Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Ações de saneamento da prefeitura e serviços de regulação e fiscalização da Ageman despertam interesse de autarquia gaúcha

Os investimentos da Prefeitura de Manaus na área de saneamento básico e o trabalho assertivo da regulação e da fiscalização realizado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), principalmente no esgotamento sanitário, chamou atenção do diretor-geral da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento do Rio Grande do Sul (Agesan-RS), Demétrius Jung Gonzalez.

O dirigente está em Manaus para conhecer o Sistema de Esgotamento Sanitário da capital do Amazonas, assim como acompanhar a rotina de trabalho e as ações promovidas pela Ageman nos últimos três anos.

“Para nós é motivo de muito orgulho receber a diretoria dessa importante agência de regulação intermunicipal que atua no Rio Grande do Sul. Será uma oportunidade para trocarmos experiências e compartilharmos soluções para essa área do saneamento, que é tão sensível e que tem recebido um olhar diferente e muito positivo por parte da Prefeitura de Manaus e da própria concessionária Águas de Manaus”, afirmou o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.

Atualmente, a cidade de Manaus já disponibiliza o serviço de esgotamento sanitário para mais de 22% da população e até dezembro deverá chegar a 30%. A rede de esgoto está disponível em mais de 60 localidades da capital, entre conjuntos habitacionais e bairros da zona urbana.

Nos últimos dois anos, a capital recebeu investimentos robustos em esgotamento sanitário como a construção de três novas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), localizadas nas zonas Norte e Oeste da cidade, entre elas a ETE Timbiras, a maior da região Norte com capacidade para tratar até 220 litros de esgoto por segundo, beneficiando mais de 200 mil famílias.

O sistema conta, hoje, com 579 quilômetros de rede coletora, interceptores e coletores troncos de esgoto; 60 Estações Elevatórias de Esgoto; 87 Estações de Tratamento de Esgoto e uma estação de pré–condicionamento.

Como parte da repactuação do contrato com a empresa Águas de Manaus, a qual também atua no abastecimento de água tratada na capital, a meta é oferecer 80% de cobertura de esgoto até 2030.

Visitas

Durante a estada em Manaus, Demétrius Jung Gonzalez conheceu a sede da concessionária Águas de Manaus, empresa pertencente ao grupo Aegea. Demétrius foi recebido pelo diretor-presidente, Renato Medicis. A diretora-técnica de Obras, Concessões e Saneamento da Ageman, Suzy Tavares, também acompanhou a visita que se estendeu ao Complexo Ponta do Ismael, na Compensa, área que reúne as principais Estações de Tratamento de Água e de Esgoto da cidade.

“É muito importante para nós podermos trocar experiências em torno do saneamento, mais precisamente o esgoto, pois queremos justamente ver os conflitos e acertos que estão tendo aqui em Manaus, para que a gente possa usar como referência na Parceria Público-Privada (PPP), que deverá ser implantada a partir do ano que vem, quando a Aegea assumirá as estruturas da companhia estadual”, afirmou Demétrius.

Texto – Tereza Teófilo / Ageman

Foto – Divulgação / Ageman

-publicidade-