Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Adaf registra estabelecimento para comercializar insumos veterinários em Guajará

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) registrou o 33º estabelecimento agropecuário apto a comercializar insumos veterinários no estado. A Agrosol, localizada no município de Guajará (a 1.476 quilômetros de Manaus), já pode comercializar legalmente produtos quimioterápicos, biológicos e imunológicos de uso veterinário.

O registro de estabelecimentos feito pela agência visa evitar que produtos de má qualidade ou falsificados e a comercialização clandestina de itens veterinários causem prejuízos à saúde animal.

O fiscal agropecuário médico veterinário da Adaf e coordenador de insumos, Laercio dos Reis, explica que todas revendas de insumos veterinários no Amazonas devem estar cadastradas na agência e ter o registro no Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos Agropecuários (Sepeagro), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Além de ser uma exigência para a comercialização no estado, em conformidade com o nosso decreto, a revenda deve estar registrada na agência. A Adaf fiscaliza e coíbe que estabelecimentos agropecuários comercializem produtos sem registro do Mapa, que podem ser ilegais, falsificados ou adulterados”, explicou.

O registro das lojas de produtos veterinários deve ser renovado na agência anualmente. Todos os documentos solicitados para a realização do cadastro inicial, bem como para a renovação de credenciamento, devem ser entregues pelo responsável da revenda de forma física e digital na Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav), situada no município.

As documentações serão solicitadas de acordo com o interesse do responsável da revenda em comercializar produtos de uso veterinário.

Os interessados deverão procurar a Ulsav de seu município para receber orientações quanto ao procedimento de registro e o site da Adaf (www.adaf.am.gov.br).

FOTO: Divulgação/Adaf

-publicidade-