Take a fresh look at your lifestyle.

Adolescente de 16 anos com larga ficha criminal é preso por matar jovem de 21

-publicidade-

A Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), apresentou na tarde desta quinta-feira (28/3), um adolescente de 16 anos autor do assassinato de Ítalo Jorge da Silva, 21, ocorrido na última sexta-feira (22/3), na rua Guarema, bairro Cidade de Deus, zona norte. O adolescente foi apreendido na noite desta quarta-feira (27/3), em cumprimento a ordem judicial, em um posto de combustível localizado na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste.

Em depoimento, o menor confessou ser autor do assassinato de Ítalo e afirmou que cometeu o crime porque, há alguns dias, discutiu com a vítima e, na ocasião, teria levado um tapa no rosto. Segundo o adolescente, a pistola usada no homicídio foi adquirida com dinheiro de outro crime que ele cometeu. Em novembro do ano passado, ele roubou cerca de R$ 40 mil de uma empresária e empregou o dinheiro na aquisição de quatro pistolas.

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da DEHS, além da passagem por roubo e homicídio, o adolescente já foi apreendido na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. “Apesar de ter pouca idade, é um adolescente bastante conhecido no mundo do crime, com várias passagens policiais. Ele estava em liberdade assistida e voltou a cometer novos crimes. Esse homicídio, que vitimou o Ítalo, foi filmado no momento em que ele chega e executa o desafeto. Ele executou a vítima em plena luz do dia”, salientou.

O delegado disse, ainda, que as investigações continuam para identificar se o adolescente está envolvido em mais homicídios ocorridos na capital. “Ele confessa que comprou armas com o dinheiro do roubo que cometeu, então percebemos o intuito não era só de roubar, mas de adquirir material bélico para, posteriormente, cometer novos crimes. Por isso é importante retirar esse adolescente de circulação”, afirmou Martins.

O adolescente foi autuado em cumprimento a ordem judicial, deferido pela juíza Bárbara Nogueira da Vara do juizado Infracional da Infância e da Juventude. Ele foi levado para Deaai e deve ser transferido para uma unidade de internação.

FOTO: Alailson Santos / Polícia Civil

-publicidade-