Take a fresh look at your lifestyle.

AEDES: Em semana de mobilização, 18 milhões de estudantes serão conscientizados sobre combate ao mosquito

-publicidade-

As escolas públicas de todo Brasil estão mobilizadas na luta contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika. A partir desta segunda-feira, mais de 18 milhões de estudantes vão se envolver em ações com a comunidade escolar e equipes de saúde, para intensificar o debate de temas relacionados ao mosquito. As atividades vão acontecer até o próximo dia 11, e marcam o início das ações do Programa Saúde na Escola, do Governo Federal. O objetivo é que todos os alunos saibam como cuidar de casa e do colégio, para manter os ambientes livres do Aedes. A Coordenadora do Programa Saúde na Escola, Michele Lessa, explica que o tema deve ser tratado dentro das escolas, porque os alunos têm grande potencial para ajudar a eliminar o vetor. “Sem dúvidas, os escolares têm um grande potencial em influenciar as famílias, em trabalhar a promoção da saúde junto às famílias. Então, este ano, estaremos trabalhando tanto a parte de mobilizar para a retirada de espaços de criação do Aedes das casas, quanto para a orientação mesmo, das crianças e dos seus familiares na prevenção do Aedes aegypti.”

Temas relacionados ao combate ao Aedes já estão inseridos no currículo escolar, por isso, a iniciativa de conscientização vai acontecer durante todo o ano letivo. Mais de quatro mil e 500 municípios estão envolvidos na ação, em todo o Brasil. A recomendação é que 15 minutos sejam gastos por semana, para que todos os criadouros de larvas sejam destruídos. O Ministro da Saúde, Marcelo Castro, chama a atenção para a necessidade de uma rotina de combate ao mosquito. “O que a gente precisa ter a compreensão é a de que é um trabalho que é duradouro, que nós não vamos eliminar o mosquito de uma hora para outra e que é preciso ser uma ação continuada, rotineira, sistemática.”

Mais informações sobre as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e formas de prevenção podem ser encontradas na internet. O endereço é: combateaedes.saude.gov.br

Reportagem, Bruna Goularte

-publicidade-