Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Agência de Defesa Agropecuária fiscaliza o recebimento de doses de vacina contra febre aftosa

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) realizou, na sexta-feira (09/04), a fiscalização do recebimento de 246.600 doses da vacina contra a febre aftosa. A equipe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav) da Adaf, de Manaus, foi responsável por fazer a conferência das vacinas. O material foi adquirido pela Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).

Durante a ação de fiscalização, a equipe da Adaf checou o quantitativo de doses, fabricação, a validade do produto e a nota fiscal. Além disso, os fiscais da Adaf verificaram as condições de armazenamento e temperatura, que deve estar entre 2 e 8 graus Celsius.

“A equipe da Adaf Ulsav Manaus realizou a fiscalização na câmara de refrigeração do Idam, para o acondicionamento das vacinas recebidas, com o objetivo de atestar a qualidade das vacinas que serão utilizadas na imunização do rebanho de bovídeos”, destacou a responsável da Ulsav Manaus, Michele Modesto.

A remessa das doses de vacina vai atender os municípios incluídos nesta primeira etapa da campanha ‘Amazonas sem Febre Aftosa’, que realizam a comercialização através dos escritórios do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). Ao todo, 31 municípios serão atendidos, visando a erradicação da febre aftosa no Amazonas.

“As vacinas contra a febre aftosa foram adquiridas pelo Governo do Estado do Amazonas, através da Sepror, e serão destinadas às unidades locais do Idam, dos municípios que ainda não tem revendas agropecuárias”, ressaltou Alexandre Araújo, diretor-presidente da Adaf.

O Idam comercializa as vacinas nos seguintes municípios: Codajás, Fonte Boa, Jutaí, Tonantins, Santo Antônio do Içá, Amaturá, São Paulo de Olivença, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tabatinga, Alvarães, Maraã, Tefé, Careiro Castanho, Manaquiri, Boa Vista do Ramos, Anamã, Anori, Beruri, Caapiranga, Borba, Coari, Maués, Nova Olinda do Norte, Silves, São Sebastião do Uatumã, Uarini, Urucará, Japurá, Iranduba e Itapiranga.

Ao todo, 67.560 doses de vacina contra febre aftosa foram repassadas aos escritórios do Idam.

O secretário executivo adjunto da Sepror, Airton Schneider, falou da importância do recebimento das vacinas de febre aftosa neste momento. “Ela ajudará o pecuarista a manter um gado de qualidade dentro do mercado. A Sepror, juntamente com a Adaf e Idam, está com 41 municípios já em atividade e em processo de vacinação para a imunização do seu rebanho. Esse lote será capaz de imunizar todos os bovinos que ainda não foram vacinados, mantendo um padrão nacional e internacional de qualidade”, disse.

Nos demais municípios, a comercialização das doses da vacina é realizada pelas casas agropecuárias credenciadas junto à Adaf. De acordo com o controle de venda que é repassado por esses estabelecimentos à agência, 159.765 doses de vacinas já foram vendidas durante esta primeira etapa da campanha.

Sobre a campanha – A campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, iniciada no dia 15 de março, é uma ação do governo do Estado por meio da Adaf, com apoio do Sistema Sepror (Idam, Adaf e ADS), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Superintendência Federal da Agricultura no Amazonas (SFA-AM) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea).

Bovinos e bubalinos de todas as idades devem ser vacinados até o dia 30 de abril, em 41 municípios das calhas dos rios Amazonas e Solimões. Após a vacinação, o criador tem até 15 de maio para notificar a vacinação junto à Adaf.

FOTO: Divulgação/Adaf

-publicidade-