A equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins cumpriu na manhã desta quarta-feira (6/02), às 6h, mandado de prisão preventiva por homicídio em nome do agricultor Clemilton de Souza Teixeira, 46. Ele é apontado como autor do homicídio do próprio sobrinho, Ailson Teixeira de Oliveira. A vítima tinha 25 anos.

De acordo com o delegado Everty Sandro Pereira, titular da unidade policial, o crime ocorreu no dia 27 de outubro de 2018, na comunidade Sagrada Família, situada em Parintins, município distante 369 quilômetros em linha reta da capital. Na ocasião, Clemilton efetuou um disparo de arma de fogo em Ailson, que ainda chegou a ser socorrido, mas veio a óbito em razão do ferimento. Segundo o delegado, antes da morte, o jovem teria relatado à mãe que Clemilton o teria alvejado.

“Após o crime, o infrator fugiu e não foi localizado pela polícia. Nós representamos à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome do agricultor. A ordem judicial foi expedida pelo juiz Anderson Luiz Franco de Oliveira, da 3ª Vara da Comarca de Parintins. A partir disso, realizamos diligências em torno do caso e efetuamos a prisão do infrator na casa dele, situada na comunidade Paraná do Arco, zona rural de Parintins”, explicou Pereira.

Clemilton foi indiciado por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, o agricultor será encaminhado à Unidade Prisional de Parintins (UPP), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: DIVULGAÇÃO/PC-AM