Amazonas Notícias

Agricultores recebem orientações do Idam para elevar produção de melancia em Borba

Em Borba (distante 151 quilômetros de Manaus), produtores rurais de melancia têm recebido orientações de boas práticas em relação à cultura da fruta. À frente da atividade, que ocorre até esta sexta-feira (10/05), está o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), por meio da Unidade local (UnLoc) Idam/Borba.

A ação é voltada ao atendimento de 15 agricultores familiares, com aproximadamente 25 hectares de área plantada. Durante o processo de orientações, que iniciou na última segunda-feira (06/05), o público beneficiado tem tido acesso a informações de adubação, combate à doenças e tecnologias, além de outras boas práticas relacionadas à produção de melancia.

Segundo o gerente da UnLoc Idam/Borba, Aguinaldo Rodrigues, a iniciativa visa impulsionar a produção da fruta e, também, garantir que os agricultores familiares estejam preparados para lidar com as adversidades climáticas, como estiagens.

“Vale destacar que para evitar novos problemas com a estiagem, como ocorreu em 2023, nossos agricultores começaram o plantio já em março e, com isso, iniciamos o acompanhamento necessário voltado à cultura. Estimamos, inclusive, uma produção de 88 milheiros de melancia, entre 500 e 700 toneladas, para esta safra”, delineou o gerente.

Rodrigues pontuou, ainda, que durante os atendimentos tem sido reforçada a importância do trabalho de mecanização realizado com os produtores engajados na cultura, que, de acordo com ele, tem possibilitado o reavivamento da cultura da melancia em Borba.

Beneficiados

A ação tem como público-alvo agricultores familiares da estrada Borba-Mapiá; dos Projetos de Assentamento (PA) Puxurizal e Piaba; e das localidades Maripiti, Jatuarana e Pae Trocana.

Entre os beneficiados pela iniciativa do Idam está o produtor Jorge de Souza Nascimento. Com uma área plantada de 1,5 hectare, ele expressou o agradecimento pelo trabalho realizado pela equipe técnica do instituto e mostrou-se entusiasmado com as perspectivas em relação à produção.

“Com a atenção destinada a Borba pelo Idam, não há dúvidas de que a produção local de melancia vai avançar e eu, como agricultor familiar, também serei um dos beneficiados.  Então, por meio desse suporte, espero uma safra de oito a dez milheiros para a minha plantação”, projetou o agricultor.

Fotos: Divulgação/Idam

Relacioandos