Take a fresh look at your lifestyle.

Alessandra Campêlo discute questão de gênero na reforma política no senado

-publicidade-

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) participa nesta quinta-feira, 26 de fevereiro, no anexo II do Senado Federal de reunião para discutir projetos relacionados à questão de gênero na reforma política e demais projetos de interesse das mulheres. A Procuradoria Especial da Mulher no Senado é presidida pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

“Apesar de sermos a maioria do eleitorado, as mulheres ainda são minoria nos espaços de poder, portanto, a reforma política precisa também contemplar a questão de gênero. Nesses primeiros dias de mandato na Assembleia, já estamos colocando as demandas das mulheres no centro do debate político”, disse a parlamentar.

HISTÓRICO
A Procuradoria Especial da Mulher, instituída no dia 25 de março de 2013, é constituída de uma procuradora, que é designada pelo presidente do Senado Federal a cada dois anos, no início da primeira e da terceira sessão legislativa.

Desde então, a Procuradoria Especial da Mulher representa as mulheres brasileiras, recebe e encaminha aos órgãos competentes denúncias de violência contra as mulheres. Trabalha ainda em favor da aprovação de Projetos de Lei, Projetos de Emenda à Constituição e políticas públicas que venham garantir e ampliar os direitos já conquistados, entre outras competências definidas na Resolução nº 9, de 2013.

Tomou posse, no dia 26 de março de 2013, a procuradora especial da mulher no Senado, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), que teve papel decisivo na implantação da Procuradoria nesta casa.

-publicidade-