Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Alessandra Campêlo propõe audiência pública para discutir violência contra idosos

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) propôs uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Amazonas para discutir a violência contra as pessoas idosas. A parlamentar comentou durante o Grande Expediente desta terça-feira, 24 de março, sobre a manchete do jornal A Crítica de sábado, 21, que apresentou estatísticas alarmantes sobre o tema. A cada uma hora, um idoso é vítima de violência no Estado.

“Em dois meses, foram registradas 1398 agressões contra idosos no Amazonas, contando apenas os meses de janeiro e fevereiro. É preciso discutir o tema e pedir providências do Governo para diminuir essas estatísticas no Estado”, enfatizou Alessandra, que preside a Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Aleam.

A audiência pública está marcada para o dia 8 de abril na Assembleia e vai reunir diversos órgãos envolvidos na questão, como as secretarias de Assistência Social e Segurança Pública, o Ministério Público e os conselhos Estadual e Municipal do Idoso.

VIDATIVA PARADO
A deputada aproveitou a oportunidade para cobrar do Governo a reativação do projeto Vidativa, que é executado pela Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel). “Milhares de idosos em todo o Amazonas estão sem acesso a lazer, a fisioterapia, a serviço de atendimento psicossocial nos Centros de Convivência. Com certeza, a ociosidade desses idosos também contribuiu para o aumento dos índices de violência”.

O Vidativa está parado desde o final do ano passado, porém, o líder do Governo na Casa, deputado David Almeida (PSD), disse no próximo mês haverá um chamamento público para escolha da entidade que executará o projeto.

Disque 100 ou (92) 3214-5800 e denuncie a violência contra as pessoas idosas!

-publicidade-