As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Alfredo da Matta recebe serviço de sanitização em prédio da unidade

A Fundação Alfredo da Matta (Fuam) passou por uma sanitização em todo o prédio, incluindo área administrativa e área ambulatorial, destinada ao atendimento de pacientes. O serviço foi realizado na tarde desta terça-feira (16/06), por equipe da empresa Outclean, especializada em limpeza e serviços residenciais e comerciais, e foi viabilizado por meio de parceria entre Fuam e Instituto Transire.

A sanitização é uma medida preventiva para descontaminação do ambiente e faz parte das atividades planejadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) para a retomada gradual dos atendimentos na unidade, reiniciadas neste mês de junho.

“A ação foi possível graças à parceria firmada entre Fuam e o Instituto Transire que viabilizou, sem custo algum para nossa instituição, este serviço bastante eficaz e importante para um momento como este, em que estamos retomando nosso atendimento. Estamos empregando todos os nossos esforços para que esta retomada seja com todas as condições de segurança sanitária para pacientes e servidores”, explica o diretor-presidente da Fuam, Ronaldo Amazonas.

Sanitização no combate ao coronavírus – A sanitização é um procedimento de controle microbiológico que utiliza produtos com alta tecnologia para eliminar vírus, bactérias, fungos e outros microrganismos e impedir sua proliferação. O procedimento engloba limpeza, aplicação de produto e nebulização de pisos, paredes e outras superfícies, criando uma película que elimina os microrganismos presentes.

“A sanitização realizada na Fuam foi feita com produto que é um ‘blend’ (mistura) de quaternário de amônio de quinta geração e biguanida polimérica, fazendo uma sanitização eficiente para área hospitalar no combate ao coronavírus, sendo aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)”, explica a consultora técnica da empresa Outclean, Izabel Souza.

O produto utilizado é um desinfetante concentrado, aprovado pelo Ministério da Saúde e desenvolvido exclusivamente para utilização em ambiente hospitalar. Com alto poder de eliminar microrganismos como bactérias, fungos e vírus, como o coronavírus, é seguro, necessitando de apenas alguns minutos, após aplicação para que as pessoas voltem a ter acesso ao ambiente.

“Apenas é necessário sair do ambiente por 20 minutos, tempo para que os técnicos o apliquem e aguardar, devido ficar um pouco úmido; depois é preciso enxugar e o produto começa a agir”, explica Izabel.

A ação química do produto, que é biodegradável, forma uma película protetora em pisos, paredes e outras superfícies em que for pulverizado, 10 minutos após aplicação, sem necessidade de enxágue, podendo ter eficácia prolongada, dependendo do ambiente. O produto é pulverizado por técnicos que executam os procedimentos seguindo protocolos de acordo com normas técnicas da Anvisa e Organização Mundial de Saúde (OMS), atendendo aos cuidados higiênicos e sanitários.

Retomada gradual na Fuam – Desde o início do mês de junho, a Fuam tem colocado em prática o seu plano de retomada gradual de serviços de forma segura para servidores e usuários. A instituição, que suspendeu parte de seus atendimentos e serviços entre os meses de março e maio, planejou cuidadosamente e põe em prática, agora, a retomada dos atendimentos, discutindo cada detalhe com equipe de profissionais que, desde o início da pandemia, integram o Comitê Gestor do Plano de Contingência ao Covid-19 na Fuam.

Seguindo orientações dos órgãos de saúde locais, nacionais e internacional, além de determinações do Governo do Amazonas e Ministério Público do Estado, a Fuam interrompeu serviços para reduzir a circulação de pessoas na unidade, determinou escala de serviço e regime de trabalho em home office para servidores e tomou medidas como a criação do Programa de Atenção à Saúde dos Servidores da Fuam suspeitos ou acometidos pela Covid-19, prestando assistência e orientação aos casos suspeitos ou confirmados da doença.

“Para nosso retorno, discutimos e fizemos um plano de retomada, incluindo diversas medidas, como uma área para higienização de mãos, com lavatórios extras e álcool em gel para nossos usuários; sinalização vertical e horizontal para manter o distanciamento social; informações por meio de banners; e pessoal de apoio treinado para dar orientações em geral aos nossos usuários. Tudo isso pensando numa retomada segura para todos”, conclui Ronaldo Amazonas.

FOTO: Divulgação/Fuam