Take a fresh look at your lifestyle.

Alfredo Nascimento defende guarda municipal armada para proteger a população

-publicidade-

O candidato a prefeito de Manaus pela coligação “Trabalho bom merece continuar”, Alfredo Nascimento, do Partido Liberal (PL), defendeu nesta sexta-feira, 2/10, em entrevista a um programa local, o uso de armas pela Guarda Municipal Metropolitana na proteção ao cidadão e ao patrimônio público.

Só este ano, a Prefeitura de Manaus registrou 40 ocorrências entre furto, roubo, tentativa de furto e vandalismo em Unidades Básicas de Saúde, causando pânico e prejuízos a usuários e servidores. No transporte coletivo, a situação é ainda mais grave: de janeiro a agosto deste ano foram 1.183 roubos a veículos de nove empresas, gerando mais de R$ 215 mil de prejuízo.

Um estudo feito com o apoio de professores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), no final do ano passado, mostrou que as cidades que armaram suas guardas municipais após a permissão do Estatuto do Desarmamento, em 2003, apresentaram uma queda acentuada na taxa de homicídios e agressões, com municípios que não usam armas de fogo.

“Precisamos reestruturar a Guarda Municipal, criando as condições legais e capacitando os profissionais para que o efetivo possa portar armas. Dessa forma, conseguiremos reduzir o número de assaltos em ônibus, escolas municipais e unidades de saúde. A ideia é termos um guarda municipal armado em cada uma das principais linhas do transporte coletivo, o que iria coibir e evitar a ação de meliantes. Também haveria rondas nas unidades de saúde mais vulneráveis, em todas as zonas da cidade”, disse Alfredo.

-publicidade-