Abate de frangos em 2014 cresceu 1,9% em relação a 2013 com 5,4 bilhões de unidades. Arquivo/Agência Brasil
Abate de frangos em 2014 cresceu 1,9% em relação a 2013 com 5,4 bilhões de unidades. Arquivo/Agência Brasil

Os preços do frango continuam em alta. Isso, porque, segundo o Centro de Pesquisas em Economia Aplicada, o Cepea, a buscas pela carne de frango aumentou não só interna, mas externamente.

A valorização da proteína tem superado até os aumentos nos preços das carnes substitutas: bovina e suína. E isso mostra que a concorrência do frango tem diminuído, no país.

Em São Paulo, por exemplo, o preço de frango na granja e no atacado aumentaram. Enquanto o valor da granja subiu 30%, o atacado aumentou 18,6%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Em contrapartida, a procura externa mostra que o volume diário de carne de frango que saiu do Brasil superou em 26% as retiradas em agosto. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior, a Secex, se o ritmo se mantiver, o país pode apresentar bom desempenho nas exportações.

Reportagem, Sara Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here