As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!
Governo Carnaval

Aluno do SENAI disputa ouro em vitrinismo

Campanha Síndromes

Diego Raiol, de 17 anos, está entre os nove alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Amazonas) que participam, desde julho até este mês, das seletivas para a Worldskills. São 43 ocupações industriais disputadas em 32 cidades de 26 estados e no Distrito Federal. Os melhores alunos da Rede SENAI e de escolas técnicas federais serão selecionados para a etapa internacional, a Worldskills que ocorrerá em outubro de 2017, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Os jovens competidores da delegação do SENAI Amazonas possuem entre 17 a 21 anos e estão na disputa por medalha em oito ocupações industriais: construção em alvenaria, soldagem, sistemas drywall e estucagem, tecnologia da moda, mecatrônica, movelaria, vitrinismo e gestão de sistemas de redes TI, sendo mecatrônica ocupação realizada em dupla.

Raiol é o competidor da ocupação vitrinismo. O aluno descobriu a vocação profissional no segmento de criatividade e moda no decorrer dos cursos de aprendizagem de costureiro industrial do vestuário e de qualificação em design de vitrine.

Na seletiva para Worldskills, Diego irá criar e montar uma vitrine seguindo os objetivos dos vitrinistas profissionais que envolvem maximizar as vendas do produto em exposição, surpreender e atrair o cliente consumidor para o interior da loja.

“Um bom vitrinista precisa ser criativo, sendo bem informado nas tendências de mercado, conhecer o público-alvo e quais suas demandas”, explica o competidor.

Com domínio das informações, o vitrinista interpreta esse levantamento de dados e desenvolve um ambiente que possa fazer o cliente parar, observar, querer adquirir o produto em exposição e ser levado a querer ver mais produtos deste ponto comercial.

Na competição de vitrinismo serão cinco competidores, que vão representar a excelência do ensino profissionalizante do SENAI de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil do SENAI – Cetiqt).

Diego está confiante no amplo preparo que recebeu desde novembro de 2015. Os conhecimentos técnicos em vitrinismo e todas as demais ocupações que envolvem essa competição foram repassados pelo instrutor Elias Mota.

Elias, antes de se tornar instrutor, foi aluno competidor da Olimpíada do Conhecimento em 2006 quando conquistou a medalha de ouro, na ocupação de confecção do vestuário, em Recife. Medalha de ouro em vitrinismo na Olimpíada do Conhecimento em 2014, em Belo Horizonte, e também medalha de excelência, em 2015, em São Paulo, na primeira participação de um aluno do SENAI Amazonas na Worldskills, Maurício Duarte, também foi treinado por Elias.

Seguindo esses exemplos, Diego almeja conquistar medalha e sua estratégia para alcançar esse objetivo é continuar focado nos estudos, treinamentos e simulados, atento à lapidação de suas habilidades no trabalho com as cores, pintura, iluminação, marcenaria, cortes e medições.

“A criatividade é o meu forte nesta competição, então planejo aproveitar ao máximo tudo que aprendi no SENAI, colocar em prática na seletiva e trazer um bom resultado. O importante é fazer o que aprendi e mostrar o meu diferencial”, disse Diego.

O aluno ressalta que participar da qualificação minuciosa para ser um dos alunos competidores da delegação do SENAI Amazonas é a melhor premiação, pois foi após o ensino e aprendizagem na ocupação que Diego decidiu o segmento profissional que deseja seguir.

“A felicidade não está no destino se vou ou não conquistar medalha e sim no caminho que estou percorrendo desde minha primeira qualificação como aprendiz industrial. Agradeço ao SENAI e aos instrutores pela dedicação em ensinar jovens como eu uma profissão para o futuro”, declarou o competidor.