26.3 C
Manaus
terça-feira, dezembro 5, 2023

Alunos da educação infantil da prefeitura participam de atividade em alusão ao Dia do Meio Ambiente

Em comemoração ao Dia do Meio Ambiente, na última segunda-feira, 5/6, 278 crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Balbina Mestrinho, da Prefeitura de Manaus, participaram de várias atividades sobre o tema, nesta quarta-feira, 7/6. A unidade fica no bairro São José 3, zona Leste da cidade.  

Durante o evento, os alunos do Cmei, coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), plantaram mudas na horta da unidade, que já possui legumes, verduras e plantas medicinais como chicória, couve-flor, boldo, manjericão, pimenta doce, alfavaca, cebolinha, tomate, coentro, maxixe, entre outros. 

De acordo com a gestora da unidade, Rita Aguiar, a colheita de verduras e legumes deixa a merenda escolar ainda mais saudável e com isso foi criado o “Prato Feliz”. 

“É muito importante que as crianças iniciem desde muito cedo adquirir hábitos saudáveis na alimentação e a horta da escola é fundamental nesse processo, pois vamos tirar de lá as verduras e legumes para a merenda escolar e assim tornar o ‘Prato Feliz’. Além da alimentação saudável, trabalhamos também o cuidado com o meio ambiente, porque na horta utilizamos garrafas plásticas para o plantio das mudas. Esse tema será abordado durante todo o ano letivo”, completou a gestora.  

As crianças também participaram de uma atividade sobre coleta seletiva, e aprenderam onde cada lixo deve ser descartado. “Não devemos jogar lixo no chão e cada lixeira deve receber um tipo de lixo. Na azul, a gente deve jogar papel; na vermelha, plásticos; na amarela, metais; na verde, vidros; e na marrom, restos de comida”, explicou pequena Yohanna Martins, 5 anos, do 2º período.  

Segundo a professora, Sônia Silva, os assuntos abordados em sala de aula são bem absorvidos pelas crianças, que acabam levando para a família. “Em um momento de conversa com as crianças, expliquei que não se deve jogar lixo no chão, e sim na lixeira correta, aí uma aluna disse que o pai jogou lixo na rua. No outro dia, ele chegou e me disse que a filha tinha chamado a atenção dele. Com isso, a gente entende o papel da escola de conscientizar os pequenos para serem cidadãos mais responsáveis”, disse a professora.

— — —

Texto – Érica Marinho / Semed

Fotos – Eliton Santos / Semed

spot_img