Alunos da Prefeitura de Manaus participam até a próxima quarta-feira, 17/4, do projeto “Lê pra mim?”, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que desembarcou pela primeira vez em Manaus. O evento, que iniciou nesta segunda-feira, 15, é realizado na Biblioteca Pública do Amazonas, Centro, das 9h às 10h e das 14h às 15h.

No total, dez escolas participam do projeto, seis da educação infantil e quatro do ensino fundamental. No primeiro dia, alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) Profª Nilza dos Santos Alencar e Tancredo Neves e das escolas municipais Ambientalista Chico Mendes e Júlia Barjona Labre fizeram parte da ação e ouviram leituras de obras literárias infantis por personalidades e artistas locais.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, foi uma das convidadas do evento e leu a obra “A Coisa”, de Ruth Rocha, e falou um pouco da convivência dela com os livros.

“A minha relação com os livros vem desde quando eu era pequena, estimulada pelo meu pai, que sempre levava os meus irmãos e eu a uma livraria todos os sábados. Isso fez toda diferença na minha vida, aprendi muito nova a ter uma conexão direta com os livros e por meio disso desenvolvi um vocabulário vasto, além de uma facilidade para falar em público, porque meu pai me ensinou também a ler com impostação. Esse projeto vai muito de encontro com o que a Semed busca para os alunos, que é trabalhar cada vez mais a qualidade da educação básica em Manaus”, destacou Schweickardt.

Pela manhã, os estudantes foram surpreendidos com a presença da atriz, Mariana Xavier, que leu a história infantil “Guarda-chuva? Guarda-chuva!”, de Roberto Basílio de Matos. Mariana já interpretou vários papéis em novelas, filmes, peças teatrais e até clipes musicais. A artista que veio pela primeira vez a Manaus ficou surpresa e emocionada com a recepção das crianças

“Eu sou apaixonada por esse projeto, é uma iniciativa maravilhosa, sou parceira desde o começo e sempre que posso participo. A leitura de uma forma geral amplia os horizontes e nós não podemos perder esse hábito e devemos iniciar isso ainda na infância. Eu estou muito feliz em estar em Manaus pela primeira vez e lendo para essas crianças”, salientou a atriz.

Os participantes do “Lê pra mim?” também assistiram aos vídeos da trajetória do banco com a cultura.

Projeto

O projeto iniciou em janeiro de 2010, no Rio de Janeiro, e já foram realizadas 31 edições que circularam por 14 cidades. Ao longo desse período, 27 mil crianças foram beneficiadas e 26 mil livros foram doados. Mais de 550 artistas e personalidades reconhecidos nacionalmente participaram das leituras.

Para o coordenador do “Lê pra mim?”, Marcelo Aquila, a realização do projeto em Manaus foi uma grande surpresa. “Nessa nova temporada, Manaus foi a cidade que mais demonstrou interesse e participação no projeto. Nós recebemos todo o apoio da Secretaria Municipal de Educação, o que era para ser com 800 alunos e dez sessões, acabou atendendo mais mil e em 15 sessões”, informou Marcelo.

O aluno, Guilherme Oliveira, 6, do 1º ano da escola municipal Julia Barjona Labre, localizada no São José 1, zona Leste, prestou bastante atenção ao conto “A Coisa”, da autora Ruth Rocha. “A parte que eu mais gostei foi quando as crianças pensavam que havia um monstro no porão, mas era o espelho. Tenho um livro dessa autora, gosto muito de ler”, disse o pequeno leitor.

Texto: Érica Marinho / Semed

Foto: Divulgação / Semed