As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Alunos do Colégio da Polícia Militar conquistam medalhas de ouro, prata e bronze na Olimpíada Nacional de Ciência

A competição estudantil é promovida pelo Programa Ciência na Escola e tem a chancela do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação

Alunos do Colégio Militar da Polícia Militar Nilton Lins (CMPM V) foram premiados, na última quinta-feira (28/11), nas dependências da Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo, na solenidade de encerramento da Olimpíada Nacional de Ciência 2019, competição estudantil promovida pelo Programa Ciência na Escola, que tem a chancela do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com medalhas de ouro, prata e bronze.

Os estudantes foram destaques dentro do certame, que reuniu jovens de diversas escolas públicas do Ensino Médio e Fundamental. A competição tem por finalidade divulgar e popularizar o conhecimento científico para o desenvolvimento da sociedade.

O aluno Álvaro Pedroso Pena, do 8º ano do Ensino Fundamental, foi o único amazonense presente na solenidade de premiação. Ele obteve a medalha de ouro após realizar prova de Química e ser aprovado com louvor pela Comissão Julgadora como o melhor e mais bem preparado entre tantos outros alunos, fato que encheu de orgulho seus professores e orientadores que vêm acompanhando o percurso vitorioso do jovem de 13 anos de idade.

O jovem, que é conhecido por ser vencedor de olimpíadas escolares em nível local e nacional, obteve uma das suas maiores conquistas em julho deste ano, em Tóquio, no Japão, quando recebeu a medalha de prata na Olimpíada Escolar Internacional de Matemática. Esta é a única medalha que o Brasil obteve na disputa, que reuniu estudantes de mais de uma dezena de países.

“Esta é uma vitória de nosso aluno Álvaro, de todos nós que formamos o CMPM V, alunos, professores, servidores, gestores e demais integrantes desta equipe incansável e dedicada, que sempre está disposta a manter em nossa escola o padrão dos ensinamentos militares na formação destes jovens, que, por certo, ainda vão elevar e muito o nome do Estado do Amazonas e da própria Polícia Militar, a verdadeira mantenedora deste colégio considerado entre os melhores e mais disciplinado do Sistema Educacional de Ensino Público”, declarou a diretora do CMPM V, coronel PM Jádna Barros. Ela destacou também que houve ainda menções honrosas a outros oito alunos do CMPM V no decorrer da Olimpíada.

Juntamente com o medalhista de ouro Álvaro Pedroso Pena, o Amazonas recebeu na mesma competição as medalhas de prata e bronze com a atuação dos estudantes da 1ª Série do Ensino Médio, Andrei Medeiros, Lucas Reis Machado e Sam Jonathan Queiróz de Oliveira, também do CMPM V. “Essas conquistas comprovam a competência dos professores de cada um dos alunos, que, com suas competências e conhecimentos, formaram o pódio vitorioso da educação escolar absorvida e colocada em prática tanto dentro quanto fora do CMPM V, que se destaca entre os mais conceituados do ensino militar em Manaus”, disse Jádna Barros.

Para o comandante do Estado Maior Geral da Polícia Militar, coronel Ronaldo Negreiros da Silva, as conquistas dos três alunos do CMPM V significa a valorização da visão futurista, uma das marcas da atual gestão da escola que vem despertando em seus alunos o desejo de se desenvolver técnico e cientificamente, garantindo assim um lugar entre os bons cientistas ou pensadores brasileiros das próximas décadas.

“Essas quatro conquistas num certame nacional, sinalizam que a Polícia Militar do Amazonas tem o compromisso de levar educação de qualidade e competência para todos os estudantes de nossos colégios, que são muito bem avaliados pela sociedade amazonense. Este momento é do CMPM V, mas temos certeza de que os demais colégios co-irmãos também têm talentos que estão sendo formados para os aproximar das instituições de ensino superior e dos institutos de pesquisas e também incentivá-los a ingressar nas áreas científicas e tecnológicas, proporcionando desafios que permitam o aprimoramento de suas formações enquanto estudantes dos ensinos Fundamental e Médio”, pontuou o coronel Ronaldo Negreiros da Silva.

Sobre o evento – A Olimpíada Nacional de Ciência é uma realização de quatro sociedades científicas do Brasil: a Sociedade Brasileira de Física (SBF), a Associação Brasileira de Química (ABQ), o Instituto Butantan de São Paulo e a Sociedade Brasileira Astronômica, que, desde 2009, mantêm o certame focado justamente nos jovens estudantes do ensino básico para despertar neles o interesse pelo conhecimento nas áreas científicas e tecnológicas.

Nesta décima edição, o evento contou com 1 milhão e 800 mil inscritos, sendo realizado em duas etapas eliminatórias: na primeira, os alunos fizeram provas de múltipla escolha sobre Química, Física, Biologia e Astronomia, e, na segunda, provas discursivas sobre as mesmas temáticas. No CMPM V a Olimpíada foi coordenada pelas professoras Joyce Pantoja Lima Gurgel e Damaris Teixeira Paz, contando com a parceria da Universidade Federal do Amazonas.

Foto: Divulgação

você pode gostar também