Com o participação dos alunos da 3ª série do Ensino Médio da Escola Estadual Professora Ruth Prestes Gonçalves (Aldeia do Conhecimento), aconteceu na tarde dessa quinta-feira (06/12), a 1ª Mostra de Educação Financeira da escola, com a finalidade que consiste em fazer com que os alunos finalistas adquiram conhecimento e conceitos de temas relacionados ao assunto, tais como empreendedorismo, bens públicos, economia mundial, economia brasileira, assim como noções de gasto consciente e investimentos futuros. A mostra envolveu 200 alunos.

A escola, também conhecida como Aldeia do Conhecimento, é administrada pela Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC-AM), e está localizada na avenida Noel Nutles, Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

Alunos – Os alunos envolvidos se empenharam para realizar os trabalhos diante da proposta lançada pelo professor de matemática, Paulo dos Anjos, com a realização da primeira mostra de educação financeira. O evento contou com apresentação de 30 trabalhos desenvolvidos pelos próprios alunos.

Para o estudante finalista, Ítalo Silva, 17, a proposta da mostra é algo novo e importante para todos os alunos. “De início foi meio que um choque pra gente, porque é um tipo de trabalho que não tínhamos feito antes, mas de muita importância. A educação financeira é algo que vamos colocar em prática, seja quando começar a faculdade, trabalhando, na vida pessoal”, explica Silva, que foi aprovado no curso técnico em Meio Ambiente pelo Instituto Federal do Amazonas, e está na lista de espera para o curso de Psicologia da UEA.

Da mesma forma acredita o aluno Weverton Dias, 19, ao ressaltar que o projeto é fundamental e propõe para que o assunto seja ensinado desde o início do Ensino Fundamental. “Creio que a educação financeira deve ser ensinado desde o Fundamental. Se não fosse esse trabalho não teria conhecimento de recursos que nosso País e nosso Estado possui e da forma que é administrado”, disse Dias.

Idealizador – O idealizador da primeira mostra e professor de matemática, Paulo dos Anjos, explica que para envolver todos os alunos foi necessário dividir, dentro das equipes, alguns alunos para cuidar da produção do projeto escrito, outros na elaboração dos banner, e nas apresentações oral, seguindo as normas acadêmicas, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

“A ideia principal foi dividir o projeto em duas vertentes, a primeira sobre a situação econômica que nosso Estado se encontra. E diante disso, dando início a produção acadêmica deles, como modalidade de pré-projeto, seguindo as normas da ABNT”, enfatiza dos Anjos.

Secretaria – Um dos avaliadores da Mostra foi o gerente de Apoio aos Recursos Financeiros da SEDUC, professor Lázaro Lira, que destacou que o trabalho desenvolvidos pelos alunos ajudou a despertar neles a consciência de cidadania, seja nos direitos, como nos deveres, de acompanhar e de fiscalizar os recursos públicos da população.

“A escola, a gestão, os idealizadores, estão de parabéns por esse trabalho, porque os alunos vão sair daqui mais conscientes. Sabendo que precisa fiscalizar os recursos públicos, os bens públicos, e sei que essa mostra está despertando neles essa visão”, conclui Lira.

FOTOS: SALOMÃO JÚNIOR/SEDUC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here