32.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Amazonas amplia acesso à Previdência Social com unidades fluviais do INSS

O Estado do Amazonas, em colaboração com o Governo Federal, está intensificando seus esforços para descentralizar políticas públicas e expandir ações previdenciárias no interior, especialmente para comunidades ribeirinhas e indígenas. Nesta quinta-feira (07/12), foi entregue a segunda unidade fluvial móvel do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), totalmente reestruturada, conhecida como PrevBarco II-AM, ou “Vovô Alarico”. O evento contou com a presença do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, e foi marcado pela reinauguração da embarcação no Porto de Manaus.

O vice-governador Tadeu de Souza, representando o governador Wilson Lima, enfatizou a importância dessas unidades fluviais equipadas com sistemas de conectividade para alcançar áreas com problemas de infraestrutura no interior do estado. Ele destacou que os PrevBarcos são fundamentais para a presença do Estado e da República nas comunidades mais distantes, garantindo acesso a serviços essenciais.

Com a reforma e ampliação, o PrevBarco II-AM está pronto para retomar seu cronograma de viagens, começando pelo município de Silves, na calha do Médio Amazonas. O ministro Lupi anunciou planos para duplicar a quantidade de PrevBarcos na região amazônica, visando melhor atender às necessidades da população local.

Além de Silves, a unidade fluvial visitará Maués, no Baixo Amazonas. Paralelamente, o PrevBarco I-AM “Vovó Jandira”, também recentemente reestruturado, está em missão no Baixo Solimões, abrangendo cidades como Careiro da Várzea, Coari, Anori, Anamã, Caapiranga e Manacapuru.

As modernizações incluíram a adição de três salas para perícia médica e avaliação social, aumento no número de camarotes para servidores, tecnologia de ponta para conexão à internet e a presença permanente de um técnico de TI a bordo.

O PrevBarco oferece serviços previdenciários essenciais como aposentadoria, pensões, auxílios, salário-maternidade, Benefícios de Prestação Continuada (BPC), seguro-defeso e atualização de benefícios, adaptando-se às necessidades das comunidades ribeirinhas e indígenas que necessitam de atendimento presencial.

Esta iniciativa representa um avanço significativo na cobertura previdenciária no Amazonas, garantindo que a população em áreas remotas tenha acesso aos benefícios e serviços do INSS.

spot_img