Take a fresh look at your lifestyle.

Amazonas bete novo recorde de apreensão de drogas com 19 toneladas retiradas de circulação

-publicidade-

As forças de Segurança do Amazonas bateram recorde na apreensão de drogas em 2020. De janeiro a dezembro, foram mais de 19 toneladas de entorpecentes retiradas das mãos de criminosos no estado, o maior volume já registrado na história. Além das apreensões de cocaína e maconha, as Polícias Civil e Militar prenderam 1,3 mil infratores por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Os números refletem o trabalho da Polícia Civil e Polícia Militar do Amazonas, e as ações de Inteligência coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) sob o comando do coronel Louismar Bonates. As apreensões representaram um prejuízo estimado em R$ 150 milhões ao crime organizado.

No estado, a maconha corresponde por 93% das apreensões de drogas. Foram apreendidas 17,8 toneladas da droga. A cocaína corresponde aos 7% restantes, o equivalente a 1,3 tonelada de material ilícito.

Os municípios do interior concentraram a maioria das apreensões, com 16,3 toneladas, que correspondem a 85,3% das apreensões. O trabalho contou com o apoio da Base Arpão que, desde agosto, vem continuamente coibindo o narcotráfico na região do rio Solimões. Já na capital, foram apreendidas 2,8 toneladas, que correspondem aos 14,7% restantes.

Maior apreensão – No mês de setembro, a Operação “Mamon” da Polícia Civil bateu o recorde de drogas apreendidas em uma única operação, no Amazonas. Ao todo, 6 toneladas de entorpecentes foram apreendidas após um trabalho de investigação realizado por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Série histórica de apreensão de drogas no Amazonas

2020: 19,1 toneladas (17,8t de maconha e 1,3t de cocaína)

2019: 6,8 toneladas (5,9t de maconha e 0,9t de cocaína)

2018: 14 toneladas (11t de maconha e 3t de cocaína)

2017: 16,4 toneladas (10,3t de maconha e 6,1t de cocaína)

2016: 10 toneladas

2015: 11 toneladas

2014: 3,1 toneladas

2013: 1,3 toneladas

2012: 1 tonelada

2011: 788 kg

2010: 339 kg

Fonte: Sistema Integrado de Segurança Pública

-publicidade-