Take a fresh look at your lifestyle.

Amazonas confirma mais dois casos de reinfecção pelo novo coronavírus

-publicidade-

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) confirmou, nesta terça-feira (09/02), mais dois casos de reinfecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), totalizando três casos no Estado. A confirmação foi feita por meio de sequenciamento genético, realizado em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz Amazônia). Nos dois casos, as amostras apontaram que a reinfecção ocorreu pela nova variante P1, identificada inicialmente no Japão.

As notificações foram encaminhadas pela Fiocruz Amazonas na manhã desta terça-feira à FVS-AM, que emitiu o alerta ao Centro de Informações Estratégicas de Informações e Respostas em Vigilância em Saúde (Cievs), da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, após a confirmação dos resultados.

Os casos investigados são de pacientes que atendem aos critérios de definição de reinfecção, que inclui a realização de dois exames de RT-PCR com resultado positivo, no intervalo de 90 dias entre a primeira e a segunda infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

A primeira notificação de reinfecção é de uma mulher, de 50 anos, com RT-PCR que apresentou resultado positivo para Covid-19, nos dias 19 de outubro de 2020 e 19 de janeiro de 2021. O segundo caso é de uma mulher, de 40 anos, que teve a primeira infecção por SARS-CoV-2 no dia 22 de abril de 2020, e a segunda infecção no dia 29 de janeiro de 2021. Na segunda vez em que foi acometida pelo vírus, a mulher não apresentou sintomas gripais.

A FVS-AM informou o primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus no Amazonas no dia 13 de janeiro de 2021, em uma mulher, de 30 anos. Em todos os casos de segunda infecção pela doença, as pacientes evoluíram para alta médica, sem complicações pela enfermidade. A FVS-AM aguarda, ainda, o resultado de outros 12 casos que seguem em investigação.

Vigilância Genômica – O serviço de vigilância Genômica do SARS-CoV-2 no Amazonas é realizada desde os primeiros casos, como linha de pesquisa desenvolvida pela rede de laboratórios de referência de diagnóstico, que inclui o Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) e a Fiocruz Amazonas para Covid-19.

-publicidade-