Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Amazonas de Alto Rendimento reúne com federações esportivas para apresentar planos e ouvir demandas neste período de pandemia

No encontro também foi apresentada a nova diretoria da fundação

O Governo do Estado do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), na noite de sexta-feira (09/04), reuniu com presidentes de federações esportivas do estado para informar alguns planos para o esporte, neste período de pandemia, e ouvir as problemáticas que os gestores dessas instituições têm vivido. No encontro, que ocorreu no salão Bossa Nova da Arena da Amazônia e seguiu todos os protocolos de prevenção à Covid-19, também foi apresentada a nova diretoria da fundação, com Jorge Elias Costa de Oliveira, diretor-presidente, e Jhones Estefesson Corrêa Silveira Filho, diretor técnico.

Diante da pandemia que ainda assola o mundo, o esporte foi um dos primeiros setores a sofrer o fechamento e, por consequência, problemas financeiros, o que tem gerado uma luta árdua para a continuação do esporte e o cumprimento do calendário esportivo, em decorrência da covid-19. Diante disso, segundo o diretor-presidente da Faar, Jorge Elias Costa de Oliveira, o governo resolveu realizar essa reunião e verificar as possibilidades de ajudar o setor.

“Quero agradecer a presença de todos aqui hoje e destacar a sensibilidade do governo do estado quanto aos problemas enfrentados por vocês nesta pandemia. Estamos lutando em duas frentes, a imunização dos profissionais do esporte e por um auxílio para esse nosso setor, que tanto perdeu nesta pandemia”, comentou o diretor.

“O auxílio emergencial do esporte é uma iniciativa da Faar que visa ajudar esse setor, e nós estamos estudando juntamente com outras entidades do governo todas as possibilidades de execução desse benefício. Se aprovado, o auxílio do esporte deverá beneficiar os profissionais de Educação Física e atletas das federações esportivas. Será um trabalho bem-feito e que irá promover ajuda por igual a cada federação” explicou.

O professor de Educação Física Marcos Oliveira, Secretário da Federação de Badminton do Amazonas e diretor de comunicação da Federação de Futebol de Mesa, acredita que a iniciativa é muito válida. “Eu também sou árbitro e estou parado desde março de 2020, quando estourou a pandemia no país, então, um auxílio seria bom. Quanto a essa reunião, eu acho importante abrir esse espaço às federações para que possamos ter voz e ser ouvidos, até porque todos os esportes foram prejudicados nesta pandemia”.

O representante da Associação das Federação dos Esportes Olímpicos do Amazonas, Waldeci Silva, comentou as dificuldades enfrentadas, mas adiantou que acredita que coisas boas estejam por vir. “Nós sabemos o que o nosso estado passou nos últimos meses por conta da pandemia, mas eu creio que a junção dessas pessoas, aqui, hoje, é a união de muita experiência e que será um resgate ao esporte. Acreditamos nessa nova gestão, nesta nova forma de pensamento, que coisas boas virão e que tudo ficará bem. Em breve tudo voltará ao normal” finalizou.

FOTO: Mauro Neto / Faar

FOTO: Mauro Neto / Faar

-publicidade-