Amazonas é o estado com maior crescimento percentual de empresas abertas em 2020

O estado do Amazonas foi destaque nacional com o maior crescimento percentual de empresas abertas no terceiro quadrimestre de 2020, com aumento de 23,9% em relação ao ano de 2019, segundo o boletim Mapa de Empresas, divulgado pelo Ministério da Economia, na terça-feira (02/02).

As informações do boletim ainda apontam que, no terceiro quadrimestre do ano passado, o estado tinha 201.281 empresas ativas. E, entre as naturezas jurídicas mais constituídas pelos empreendedores do Amazonas, estão as de Empresário Individual e Microempreendedor Individual (MEI), com altas de 24,5% para empresários individuais e de 29,7% para MEI, em comparação com o ano de 2019.

Para a vice-presidente da Jucea, Jacqueline Alfaia, mesmo com todas as dificuldades trazidas pela pandemia do coronavírus, o Amazonas teve resultados positivos em comparação aos números de 2019.

“Acreditamos que os pacotes de medidas fiscais e de linhas de crédito do governo estadual e federal para os empreendedores ajudaram muitos deles a manterem seus negócios em atividade. Outro ponto que observamos também, durante a paralisação do comércio, foi o crescimento de alterações nas modalidades dos empreendimentos, muitos ampliaram os serviços oferecidos. Seguimos otimistas que para os próximos meses, com a imunização contra a Covid-19, os investimentos aumentarão”.

Tempo de abertura – De acordo com o boletim Mapa de Empresas, o tempo médio para abrir uma empresa no Brasil diminuiu no terceiro quadrimestre de 2020, e chegou a dois dias e 13 horas. É o melhor resultado desde o início da série, em janeiro de 2019. No Amazonas, o empreendedor leva de 2 a 3 dias para abrir uma empresa.

FOTO: Divulgação/Jucea