Amazonas Notícias

Amazonas é o terceiro estado com menor dívida junto à União

O Amazonas é o terceiro estado brasileiro com a menor dívida com a União, representando apenas 0,04% do total devido (R$ 330,07 milhões), conforme dados do Ministério da Fazenda. Esse resultado reflete a gestão fiscal responsável do governo estadual, destacando-se pela eficiência financeira, contábil e fiscal.

Em reunião do Conselho da Federação, realizada no último dia 3 de julho no Palácio do Planalto, o governador Wilson Lima representou os governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal. Durante o encontro, ele debateu a renegociação das dívidas dos estados com a União, propondo a redução dos juros e a criação de um fundo de equalização temporário.

O fundo seria financiado por parte da redução dos juros das dívidas dos estados mais endividados, beneficiando também os estados com menor endividamento. Wilson Lima sugeriu que a distribuição dos recursos considerasse o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e a vulnerabilidade às mudanças climáticas.

Desde 2019, o Amazonas tem se destacado pelo equilíbrio fiscal, mantendo indicadores sólidos e recebendo excelentes avaliações da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A gestão fiscal eficiente é demonstrada pelo baixo nível de endividamento em relação à receita corrente líquida e pela nota “A” no indicador de endividamento pela STN.

Além disso, o estado é reconhecido pela qualidade da informação contábil e fiscal, também com nota “A”. O governador Wilson Lima criou o Comitê de Gestão Fiscal em novembro de 2022, assegurando o equilíbrio entre receitas e despesas públicas.

A renegociação das dívidas dos estados com a União, em discussão, busca reduzir as desigualdades regionais. Estados do Sudeste respondem por 77,2% do total das dívidas, enquanto o Norte tem menos de 1% (0,7%).

Relacioandos