Visando conhecer a realidade dos municípios brasileiros no que se refere às políticas de segurança alimentar e nutricional que ali são desenvolvidas, o Ministério do Desenvolvimento Social por meio da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan Nacional), finalizou a primeira etapa do Mapeamento de Segurança Alimentar e Nutricional (MapaSAN).

Nessa fase, que levanta dados municipais e é preenchido pelas prefeituras, o Amazonas encontra-se com 46 municípios habilitados o que corresponde a 74% do total e o coloca em 2º lugar no Brasil em número de lugares cadastrados para responder a pesquisa. “Ficamos muito felizes com esse resultado e continuamos em busca da meta de em breve alcançar todos os municípios”, comemora a secretária executiva da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional, Elba Santos Borges.

Cabe à Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) fazer a mobilização e sensibilização junto aos municípios para que participem do mapeamento, bem como levar apoios técnicos aos gestores para o correto preenchimento dos questionários, ressaltando a importância da participação nesse levantamento. “O objetivo da pesquisa é coletar informações sobre a estrutura e componentes do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) e ainda saber sobre ações e equipamentos públicos existentes nesses municípios, como uma cozinha comunitária, por exemplo”, explica.

Lançado em 2014, o Mapeamento de Segurança Alimentar e Nutricional (MapaSAN) é uma ferramenta de pesquisa bienal de informações sobre a gestão do Sistema e da Política de Segurança Alimentar e Nutricional nos estados e municípios.

Dia Mundial da Alimentação – Em alusão ao Dia Mundial da Alimentação, a Seas, por meio da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional do Amazonas, elaborou uma programação que inicia no dia 16 de outubro com uma exposição e degustação de sucos saudáveis nas unidades dos Restaurantes Populares mantidos pela secretaria. Continuando, no dia 19, em parceria com a Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), será realizada uma feira de produtos regionais, onde acadêmicos do curso de Nutrição estarão realizando avaliação e orientação nutricional e ainda promovendo uma degustação e exposição de receitas com reaproveitamento integral de alimentos. O ponto alto da atividade será a apresentação e comercialização do café orgânico de Apuí e da cerveja artesanal de Novo Airão, bem como dicas de alimentação alternativa das produtoras de Careiro Castanho.

Ainda como parte da programação, a coordenação lançou a #alimentacaoqueeuquero onde pretende, por meio de depoimentos em vídeos, colher a opinião da população em geral, em relação a alimentação que ela quer para o futuro e sua importância como um direito do cidadão. Qualquer pessoa acima de 18 anos pode fazer um vídeo de até 15 segundos, falando da alimentação que pretende para o futuro, e enviar para o número 994294849. Os videos serão divulgados durante o evento, e futuramente em sites governamentais.

A feira acontecerá no dia 19/10, das 9h às 16h, na sede da Seas, na Avenida Darcy Vargas, Nº 77 – bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus, em frente ao Amazonas Shopping.

FOTO: ARQUIVO/SECOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here