Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Amazonas informa a aplicação de 640.709 doses de vacina contra Covid-19 até este sábado (10/04)

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulga o consolidado diário de vacinação contra Covid-19 no Amazonas. Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), apontam que 640.709 doses foram aplicadas em todo o estado até este sábado (10/04), sendo 485.454 de primeira dose e 155.255 de segunda dose. A informação está disponível no site da FVS-AM por meio do link https://bit.ly/3aTsndS.

As informações consolidadas pela FVS-AM são das secretarias municipais de saúde, responsáveis pela operacionalização da imunização contra Covid-19 em suas cidades.

Neste balanço, 14 cidades não enviaram a informação, são elas: Apuí, Boa Vista do Ramos, Careiro da Várzea, Codajás, Eirunepé, Humaitá, Iranduba, Itamarati, Manaquiri, Manicoré, Presidente Figueiredo, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Urucurituba.

Doses aplicadas por município – Conforme dados gerenciados pela FVS-AM, e informados pelas secretarias municipais de saúde de cada cidade do Amazonas, até este sábado (10/04), foram aplicadas as seguintes quantidade de doses, considerando a 1ª e 2ª dose: Manaus (336.645), São Gabriel da Cachoeira (21.039), Tabatinga (19.102), Benjamin Constant (16.129), Itacoatiara (14.273), Parintins (13.370), São Paulo de Olivença (11.673), Autazes (10.653), Maués (10.428), Manacapuru (8.950), Tefé (8.725), Lábrea (8.421), Borba (8.265), Santo Antônio do Içá (7.880), Humaitá (7.717), Barreirinha (7.464), Manicoré (7.348), Coari (6.780), Careiro (5.375), Santa Isabel do Rio Negro (5.248), Atalaia do Norte (5.079), Iranduba (4.845), Presidente Figueiredo (4.645), Jutaí (4.384), Rio Preto da Eva (3.874), Careiro da Várzea (3.791), Boca do Acre (3.745), Amaturá (3.581), Tonantins (3.559),Urucará (3.489), Eirunepé (3.466), Nova Olinda do Norte (3.044), Fonte Boa (2.876), Carauari (2.862), Barcelos (2.861), Silves (2.590), Alvarães (2.589), Nhamundá (2.529), Pauini (2.433), Tapauá (2.363), Urucurituba (2.220), Itamarati (2.207), Beruri (2.167), Envira (2.162), Novo Aripuanã (2.101), Canutama (1.996), Uarini (1.942), Novo Airão (1.910), Maraã (1.903), Boa Vista do Ramos (1.861), Apuí (1.850), Manaquiri (1.747), Anamã (1.609), Guajará (1.533), Anori (1.474), Japurá (1.268), Itapiranga (1.241), Ipixuna (1.238), São Sebastião do Uatumã (1.225), Caapiranga (1.184), Juruá (965), Codajás (816).167), Envira (2.162), Novo Aripuanã (2.101), Canutama (1.996), Uarini (1.942), Novo Airão (1.910), Maraã (1.903), Boa Vista do Ramos (1.861), Apuí (1.850), Manaquiri (1.747), Anamã (1.609), Guajará (1.533), Anori (1.474), Japurá (1.268), Itapiranga (1.241), Ipixuna (1.238), São Sebastião do Uatumã (1.225), Caapiranga (1.184), Juruá (965), Codajás (816).167), Envira (2.162), Novo Aripuanã (2.101), Canutama (1.996), Uarini (1.942), Novo Airão (1.910), Maraã (1.903), Boa Vista do Ramos (1.861), Apuí (1.850), Manaquiri (1.747), Anamã (1.609), Guajará (1.533), Anori (1.474), Japurá (1.268), Itapiranga (1.241), Ipixuna (1.238), São Sebastião do Uatumã (1.225), Caapiranga (1.184), Juruá (965), Codajás (816).

Doses aplicadas por grupo prioritário geral

· Indígenas: 72.494 de 1ª dose e 50.761 de 2ª dose;

· Trabalhadores da saúde: 92.607 de 1ª dose e 75.103 de 2ª dose;

· Pessoas com 80 anos ou mais: 34.012 de 1ª dose e 1.782 de 2ª dose;

· Pessoas de 75 a 79 anos: 30.012 de 1ª dose e 1.790 de 2ª dose;

· Pessoas de 70 a 74 anos: 45.729 de 1ª dose e 4.001 de 2ª dose;

· Pessoas de 65 a 69 anos: 67.494 de 1ª dose e 4.478 de 2ª dose;

· Pessoas de 60 a 64 anos: 86.997 de 1ª dose e 16.403 de 2ª dose;

· Pessoas institucionalizadas com 60 anos ou mais: 188 de 1ª dose e 170 de 2ª dose;

· Pessoas institucionalizadas com deficiência: 25 de 1ª dose e 3 de 2ª dose;

· Povos tradicionais ribeirinhos: 8.580 de 1ª dose e 24 de 2ª dose;

· Povos tradicionais quilombolas: 570 de 1ª dose;

· Pessoas com comorbidades: 40.893 de 1ª dose e 728 de 2ª dose;

· Profissionais das forças armadas: 125 de 1ª dose e 7 de 2ª dose;

· Profissionais das forças de segurança e salvamento: 5.728 de 1ª dose e 5 de 2ª dose.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a prevenção de doenças por meio da imunização coordenada, no Amazonas, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS-AM).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Contato telefônico da FVS-AM (92) 3182-8550 e 3182-8551. Contato telefônico do PNI/FVS-AM são (92) 2129-2500 e 2129-2502.

FOTO: Divulgação/ FVS

-publicidade-