Take a fresh look at your lifestyle.

Amazonense Erick da Silva vence Bruno Xinoco na co-luta principal do Aspera FC 32, em Curitiba

-publicidade-

O “Índio Brabo” do Amazonas mostrou novamente que não está para brincadeira no mundo do MMA. O manauara Erick da Silva (Astra Fight Team) venceu Bruno Xinoco (Roxo Striker) por decisão unânime dos juízes na co-luta principal do Aspera FC 32, realizado na noite deste sábado, 20 de fevereiro, na casa de shows Vanilla Music Hall, em Curitiba.

Foi uma verdadeira “guerra” três rounds e 15 minutos, com o adversário levando ligeira vantagem no primeiro round ao aplicar duros golpes no amazonense na luta em pé. Nos dois assaltos seguintes, no entanto, Erick mudou a estratégia e definiu a vitória com seu melhor jogo de chão – talento obtido com incessantes treinos de jiu-jítsu e wrestling. O peso leve da Astra Fight Team terminou o combate batendo no oponente no ground and pound – desferindo golpes por cima, na guarda fechada.

“Agradeço meu patrocinador máster Escola CESC, Body Muscle Suplementos, 4Rdois, Sato Funilaria, Academia E-Life, Personal Nutrion, Clube Aníbal Jiu-Jítsu, MPBJJ, Pró Saúde, preparador físico Jeferson Fajardo, Stance Fight, preparador físico Diego Porto, CT Cosme Júnior, Academia CPH Brasil, minha equipe Astra Fight Team, meus treinadores Darren Till, mestre Marcelo Brigadeiro e Tim Rurbeng”, comentou Índio Brabo.

Erick, que retorna a Manaus nesta segunda-feira (22), agora acumula 23 lutas profissionais na carreira, com 19 vitórias e quatro derrotas. O peso leve é cotado para assinar com o UFC em 2016.

Enquanto isso, no main event…
O evento promovido por Marcelo Brigadeiro, Lucas Lutkus e Stéfano Sartori, foi um show de MMA e teve transmissão ao vivo pelo canal Esporte Interativo.

No principal combate da noite, Fabrício Bill (Roxa Striker) venceu Luiz “Japa” Rafael (Astra Fight Team) com um nocaute espetacular no segundo round. Japa tinha o melhor cartel do mundo, com uma sequência histórica de 31 vitórias, mas experimentou sua primeira derrota na carreira.

Duelo paranaense…
No combate que mais fomentou a rivalidade local, Wanderson Santos, da Gile Ribeiro, enfrentou Sérgio Barbosa, da Fight Only. Ambos os atletas pareciam ter entrado com o lema “matar ou morrer”. Melhor para Wanderson, que acertou um belo nocaute, apagando seu adversário na lona.

O verdadeiro show foi no octógono…

Bruno Roverso não tomou conhecimento da estrela de “Show Man” Gustavo Wurlitzer, que após vencer o prêmio de Melhor Performance de Entrada no Prêmio Melhores do ano da Primeiro Round em 2015, novamente entrou ao octógono de uma forma irreverente. Roverso ignorou a “graça” e finalizou ainda no primeiro round.

Resultados do Aspera FC 32:

61 Kg: Fabrício Bill nocauteu Luiz Rafael “Japa” no segundo round;
70 Kg: Erick “Índio Brabo” venceu Bruno Xinoco na decisão unânime dos juízes;
93 Kg: Christiano Frohlich finalizou Wallyson Maguila no primeiro round;
66 Kg: Bruno Roverso finalizou Gustavo Wurlitzer no primeiro round;
66 Kg: Wanderson Santos nocauteou Sergio Barbosa no primeiro round;
70 Kg: – Rafael Sadam venceu Everton Rodrigues por nocaute técnico no terceiro round;
66 Kg: – Uilliam “Fuga” nocauteou Isaac Moura no primeiro round;
120 Kg: Willian Hoffmann finalizou Arley Simeti no primeiro round;

Card Preliminar:

61 Kg: Ewerton “Seu Boneco” venceu Vinícius “Super Choque” na decisão unânime dos juízes;
77 Kg: Marcos “Pirata” finalizou Jonathan Packer no primeiro round.
57 Kg: Jardel Evangelista venceu Cleverson Luiz por nocaute técnico no primeiro round;
57 Kg: Alan “Psicopata” finalizou Celso Filho no primeiro round;
66 Kg: Luis Killer venceu Vinicius Morinishi por nocaute técnico no primeiro round.

-publicidade-