Amazonino comemora crescimento de emprego e faturamento no pólo Industrial de Manaus

O crescimento de empregos e do faturamento no Pólo Industrial de Manaus (PIM), no montante de R$ 60,36 bilhões – um crescimento de 17, 81% – foi comemorado pelo governador Amazonino Mendes (PDT), candidato ao governo do Estado pela coligação ‘Eu voto no Amazonas’. Esse é o faturamento acumulado dos oito primeiros meses do ano (janeiro a agosto). Em agosto deste ano o PIM empregou 86.779 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados. Isso significou um crescimento de 0,45% em relação a agosto de 2017 (86.385 trabalhadores).

Segundo Amazonino, isso é um sinal positivo de que as ações na economia do Estado estão no rumo certo. “Peguei um estado quebrado, mas hoje estamos conseguindo nos recuperar. Estamos com obras em toda a capital e interior do Estado. Já geramos, com isso, 26 mil empregos, o que sgnifica 10% de baixa no déficit de vagas. E nossa luta é continua e árdua para atrair mais investimentos, novas indústrias e mais empregos para o pólo industrial de Manaus”, disse o governador.

Os dados de crescimento do PIM são dos indicadores industriais divulgados ontem pela Superintendência da Zona Franca e Manaus (Suframa) divulgados ontem, em seu site.

O desempenho positivo do PIM se deve a segmentos estratégicos como Eletroeletrônico, Bens de Informática, Duas Rodas, Químico, Metalúrgico, Termoplástico, Mecânicos e Bebidas. Segundo os indicadores industriais, de dez principais subsetores de atividades, esses oito citados apresentaram aumento de faturamento.

No período de janeiro a agosto, entre os principais produtos fabricados pelo PIM, os resultados mais relevantes foram itens como televisores com tela de cristal líquido, telefones celulares, microcomputadores do tipo desktop, microcomputadores portáteis, motocicletas, motonetas, ciclomotores, condicionadores de ar e splits.

A indústria de produtos eletroeletrônicos continua sendo o carro-chefe do PIM, segundo o superintendente da Suframa, Appio Tolentino. Entretanto, são destaques também os setores de duas Rodas e Químico, que atingiram crescimentos de 22% e 37,75%, respectivamente, em relação ao faturamento do mesmo período do ano passado.

Conforme os indicadores industriais as exportações do PIM também tiveram resultado positivo. Fecharam o balanço dos oito primeiros meses de 2018 com volume de vendas externas de US$ 347,85 milhões, indicando crescimento de 9,03% em relação ao mesmo período do ano passado.

Foto: Clóvis Miranda
Texto – Assessoria de imprensa