As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Andrey Xavier fica em quinto lugar no Latin America Amateur Championship; Brasil faz sua melhor campanha no torneio

Além de Andrey, país emplaca Fred Biondi no T6, Herik Machado no T15 e Pedro Nagayama no T44 do principal torneio de amadores das Américas

O Brasil fez a melhor campanha de sua história no Latin America Amateur Championship – LAAC, o principal torneio de golfistas amadores das Américas, disputado neste ano na República Dominicana. Andrey Xavier ficou em quinto lugar, colocação histórica para o país nesse torneio, Fred Biondi terminou no T6, Herik Machado no T15 e Pedro Nagayama no T44.

Organizado pelo Masters Tournament, R&A e pela USGA, o LAAC é o principal torneio continental voltado para amadores e chegou em 2019 a sua quinta edição. O Brasil contou ainda com a participação de Daniel Ishii e Tiago Lobo, que não passaram o corte, e a delegação do país teve também a participação de Luiz Miyamura, como técnico, Ricardo de Rose, vice-presidente da CBGolfe, Daniel Neves, diretor internacional da entidade, e Frank Cazabon, como árbitro. Todos viajaram com apoio da CBGolfe e do COB, via Lei Agnelo Piva.

O Brasil teve atletas disputando na parte de cima da classificação em praticamente todos os dias. Após quatro voltas, entretanto, Andrey Borges Xavier foi quem conseguiu o grande feito e colocou o país pela primeira vez no Top 5 do LAAC. O gaúcho fez ótima R4 e totalizou 281 tacadas (74, 66, 75, 66), -7, na quinta colocação, uma a frente de Fred Biondi, que fez 282 (72, 73, 66, 71), -6. Com o resultado, Andrey já está garantido na próxima edição do LAAC.

Herik Machado, que começou o dia empatado com Biondi, não teve um último dia inspirado, e acabou ficando na T15, com 286 tacadas (72, 74, 65, 75), -2. Sua R3, entretanto, com -7 tacadas, foi a melhor de toda a edição 2019 do LAAC. Pedro Nagayama, o quarto brasileiro que passou o corte, terminou no T44, com 298 (75, 69, 75, 79), +10. O campeão foi o mexicano Alvaro Ortiz, que liderou em praticamente todos os dias e fechou o torneio com 274 tacadas (66, 72, 70, 66), -14.

Confira a classificação final do LAAC em: http://www.laacgolf.com/scores/

O resultado do LAAC mostra a franca evolução do golfe amador do Brasil. Dos seis representantes no torneio, quatro participaram da histórica conquista da Copa Los Andes, o Campeonato Sul-Americano por equipes, em novembro de 2018 – Daniel Ishii, Herik Machado, Fred Biondi e Andrey Borges Xavier.

Vale ressaltar que no golfe a categoria amadora é tão importante quanto a profissional, formando a grande base de atletas que competem semanalmente. A maior diferença entre eles, é que os amadores não são remunerados em seus torneios, ao contrário dos profissionais.

Crédito das imagens: Enrique Berardi/LAAC (Andrey)

você pode gostar também