Take a fresh look at your lifestyle.

Apoiadores dizem que Amazonino Mendes derrotou David Almeida em debate na TV Norte

-publicidade-

Experiência, realizações, conhecimento sobre a administração pública e, principalmente, um profundo amor pela cidade de Manaus e seus moradores. Foi desta forma que o candidato da Coligação Juntos Podemos Mais, Amazonino Mendes, se mostrou no debate realizado pela TV Norte, afiliada do SBT em Manaus, nesta quarta-feira (25). Com uma atuação propositiva, Amazonino provou que é a melhor opção para a prefeitura de Manaus nas eleições deste domingo (29).

Amazonino destacou que a população vive um clima de total insegurança, seja nas praças, nos parques, nas paradas de ônibus ou no transporte coletivo. Ele disse que vai atacar esse problema, com seguranças nos espaços públicos – escolas, unidades de saúde, paradas e dentro dos ônibus –, além de levar iluminação adequadas a áreas escuras da cidade, que facilitam a ação dos bandidos e traficantes.

“A prefeitura tem que dar segurança à pessoa que sai de casa para pegar o ônibus. Estamos com um grave problema de falta de segurança que tem que ser enfrentado de forma social. Quando governador, fui o único que baixou o índice de criminalidade, sou alguém que faz, não aparento, eu realizo. As áreas de lazer deixaram de ser tranquilas, são hoje tomadas pela marginalidade”, relatou.

Amazonino apelou aos telespectadores e eleitores para que não caiam na conversa do adversário, que é o candidato que tem o apoio oculto do governador Wilson Lima, eleito em 2018, e que é investigado pela Procuradoria Geral da República e pela Polícia Federal pela compra superfaturada de respiradores, em loja de vinhos, durante o pico da pandemia de Covid 19. Lima também é apontado como líder da organização criminosa que realizou estas operações.

“Se eu tivesse sido eleito em 2018, muitas mortes por coronavírus poderiam ter sido evitadas. O Amazonas seria outro. E o meu adversário repete o risco de voltarmos a ter um novo Wilson Lima”, disse Amazonino.

Amazonino, no debate, deixou o adversário David Almeida acuado com a lista de fatos negativos que acumulou em apenas quatro meses de governo em 2017, quando assumiu o governo em mandato tampão. “O tempo de gestão foi curto, mas o saldo foram investigações pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE e Ministério Público de Contas – MPC, de superfaturamento na realização de cirurgias. Além disso, repassou aos professores recursos do Fundeb como se fossem dele”, afirmou Amazonino.

“É um mentiroso, mente deslavadamente. Isso me assusta. Quis dar um golpe de R$ 5 bilhões. Tenho medo que você entre na prefeitura e seja mais um Wilson Lima para o povo de Manaus, um filme que o povo já viu. É o Wilson Lima travestido”, disse Amazonino.

Amazonino, que criou as grandes obras existentes na cidade hoje, como a Universidade Estadual do Amazonas – UEA, os hospitais Francisca Mendes e João Lúcio, e o Complexo da Ponta Negra, dentre várias outras, rebateu as afirmações do candidato opositor de que não se faz uma administração olhando para o passado. “Estou aqui não é porque faço qualquer negócio para ser prefeito, mas porque com o passado a gente aprende a não errar no futuro. Sempre cuidei bem da economia, fiz uma universidade (a UEA). O David não fez nada, mentiu muito e continua mentindo”.

Amazonino Mendes também disse que durante a campanha, seu opositor destratou os idosos pelo fato de ele ter 81 anos. “Denegriu os idosos de forma geral, levou para o lixo, dando mau ensinamento para os mais jovens, quando a verdade é que os idosos são a garantia para errarmos menos na vida”.

-publicidade-