As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Após 40 horas prefeitura finaliza obra na Torquato Tapajós e libera o trânsito

A prefeitura concluiu a obra às 1h20 desta sexta-feira, 7, a recuperação do pavimento na avenida Torquato Tapajós. A via foi totalmente liberada para o fluxo de veículos com serviços de drenagem e terraplenagem concluídos, além da aplicação da primeira camada de asfalto. A cratera se abriu na quarta-feira (05) e causou um imenso transtorno no trânsito da cidade.

Quando o trânsito estava prestes a ser liberado, um material recalcado, em trecho contíguo, cedeu. O local foi aberto e o superintendente da Seminf, engenheiro Orlando Holanda, retornou ao canteiro de obras, inspecionou a área atingida e comandou o trabalho de recuperação.

Em regime de força-tarefa, as equipes começaram a atuar para reconstruir o trecho aberto na pista, seguindo com os trabalhos pelo dia, noite e madrugada. Além do asfalto colocado nesta sexta-feira, na próxima segunda-feira, 10/4, no período noturno, será aplicada a camada definitiva de asfalto.

Problema e causa

O rompimento na via e abertura da cratera ocorreu em meio a forte chuva que atingiu a cidade na manhã de quarta-feira, 5/4, originando o estreitamento do leito do igarapé, em frente ao Clube Municipal, na Torquato Tapajós.

O subsecretário de Serviços Básicos da Seminf, Antônio Peixoto, informou que a rede de drenagem de águas pluviais não suportou o volume d’água, rompendo e fazendo, consequentemente, a via ceder.

“Tivemos que cortar com maçarico, acetileno e oxigênio o armco de aço que cedeu, em quase um metro. Após a retirada, foram colocadas sete galerias em concreto armado. Esse processo demandou mais tempo do que havíamos planejado, mas foi o serviço necessário para solucionarmos o problema de forma definitiva, o que não foi feito anteriormente”, explicou.

Peixoto ressaltou que devido à complexidade na área, o trabalho no local precisou de muita cautela por parte do corpo técnico e demais profissionais da Seminf, principalmente pela existência de redes de distribuição de gás natural, fibra óptica e água sob a avenida. “Foi uma obra complexa e delicada. Presenciamos o esforço de 70 servidores para que entregássemos essa obra no menor espaço de tempo possível”, destacou.

Trafegabilidade

Além da orientação dos agentes de trânsito no local da obra e a preocupação da Prefeitura de Manaus em divulgar rotas alternativas aos motoristas para garantir a fluidez no trânsito e a tranquilidade da população, todas as faixas exclusivas de ônibus (faixas azuis) foram liberadas para o tráfego comum de veículos.

você pode gostar também