Take a fresh look at your lifestyle.

Após danos no sistema de drenagem no conjunto Eldorado, prefeitura pede esclarecimentos das concessionárias de água e gás

-publicidade-

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) deu um prazo de cinco dias, para que as concessionárias Águas de Manaus e Cigás prestem informações a respeito do dano causado em dois trechos da rede de drenagem de águas pluviais, no conjunto Eldorado, localizado no bairro Parque 10, zona Centro-sul. O problema foi identificado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), nesta sexta-feira, 22/1.

Conforme a engenharia da Seminf, a rede de drenagem da prefeitura foi danificada em três pontos da rua Dr. Amadeu Furtado, antiga rua Uruguai, logo após a instalação de tubulações pela concessionária de água da cidade. Situação semelhante foi constatada na rua Caranguejo, na praça homônima, também no conjunto Eldorado. No local, a erosão foi provocada após a instalação de tubulação de gás pela empresa Cigás, fazendo com que o asfalto cedesse, formando grandes buracos, que põem em risco os motoristas e pedestres.

Os trabalhos de recuperação iniciaram ainda nesta sexta e a estimativa é a de que os trabalhos sejam finalizados até o meio-dia deste sábado, 23/1.

“A determinação do prefeito David Almeida é a de que essas intervenções das concessionárias sejam realizadas de forma coordenada com a Prefeitura de Manaus, para que os serviços não sofram nenhum tipo de descontinuidade e os usuários não fiquem prejudicados. Fomos acionados pelo vice-prefeito e secretário de Obras, Marcos Rotta, e já solicitamos esclarecimentos das duas concessionárias, para que prestem as informações sobre o ocorrido, sob pena de sanção, conforme prevê o contrato de concessão regulado pela Ageman”, afirmou o diretor-presidente da Agência, Fábio Alho, após realizar uma visita ao local.

Texto – Tereza Teófilo / Ageman
Foto – Divulgação / Seminf

-publicidade-