Take a fresh look at your lifestyle.

Após rebelião, Unidade Prisional do Puraquequara começa a ser recuperada

-publicidade-

Nesta segunda-feira (04/05), o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), coronel Vinícius Almeida, disse que o órgão já deu início aos trabalhos de recuperação dos espaços depredados durante a rebelião, ocorrida há dois dias na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP).

A identificação das lideranças, o aperfeiçoamento dos protocolos de segurança e a recuperação das instalações da unidade foram as principais medidas tomadas pelo órgão.

A unidade prisional recebeu hoje uma inspeção de representantes da Vara de Execuções Penais (VEP) e da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). “A Seap está sempre de portas abertas para atender aos órgãos de fiscalização, que já fazem esse trabalho semanalmente”, disse Almeida.

O juiz corregedor da VEP, Glen Hudson Paulain Machado, o defensor público do Núcleo Prisional, Theo Eduardo Costa, e o defensor público da Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Roger Queiroz, estiveram no estabelecimento penitenciário para vistoriar in loco as instalações que foram danificados durante o motim do último sábado (02/05).

Na ocasião, o grupo também recebeu informações sobre o estado de saúde dos detentos feridos na rebelião. “Há dois presos que foram muito agredidos pelos companheiros e estão internados no hospital. Os outros lesionados estão sendo atendidos na enfermaria da unidade”, completou Machado.

O próximo passo será a elaboração de um relatório com as observações decorrentes da inspeção.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SEAP

-publicidade-