Aposentadas falam em benefício terapêutico após curso de Dança do Ventre em Manaus

A proposta era dinamizar uma atividade física, trabalhando a feminilidade da mulher. Entretanto, o curso Dança do Ventre oferecido pela Prefeitura de Manaus aos aposentados e pensionistas foi além: combateu as dores da alma e contribuiu para o equilíbrio emocional das participantes.

Sempre variando as atividades para ampliar o campo de conhecimento dos segurados, a Manaus Previdência em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) se preparam para o início do curso de Libras, sigla de Língua Brasileira de Sinais, utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes.

A coordenadora do Setor de Psicossocial da previdência, Darla Gondim, reconheceu que os benefícios da atividade na vida de cada uma das alunas geraram o sentimento de missão cumprida por parte das representantes da Manaus Previdência e Espi. “O sorriso delas demonstra como a atividade fez diferença, não só pelo aprendizado da técnica, mas também pelo aumento da autoestima.”

A mesma percepção foi destacada pela diretora do Departamento de Educação e Aperfeiçoamento da Espi, Jeânia Bezerra. “Todos os benefícios que absorveram da atividade contribuíram para que a essência de cada uma viesse à tona, tornando-as pessoas ainda melhores em todos os sentidos.”

As aulas começam no dia 4 de outubro, sempre às terças e quintas-feiras, na sede da previdência, de 8h30 às 11h. Ainda há vagas e quem quiser se informar sobre a atividade pode ligar para o número (92) 3186-8000, ou fazer contato com o webchat (http://manausprevidencia.manaus.am.gov.br/), ambos de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Compartilhe