As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Arena Amadeu Teixeira recebe Copa Ajuricaba de Jiu-Jitsu no próximo domingo (20/10)

A Federação de Jiu-Jitsu do Amazonas (FJJAM) vai realizar no próximo domingo (20/10) a Copa Ajuricaba de Jiu-Jitsu 2019. O evento, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, será realizado às 9h, na Arena Amadeu Teixeira, localizada no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Com o período de inscrição encerrado na última terça-feira (15/10), a copa terá 900 atletas competindo nas categorias de Peso Galo até Peso Pesadíssimo; da faixa branca à preta, da classe Pré-mirim ao Máster 6. A competição valerá pontos para o ranking estadual “Melhores do ano de 2019”.

A checagem para atletas e professores acontece até as 17h desta sexta-feira (18/10) e pode ser realizada através do e-mail: [email protected] ou pelo número (92) 99309-9276. A organização do evento orienta sobre a importância de realizar a checagem, que consiste na confirmação dos dados informados no momento da inscrição ou para alterações, caso o inscrito deseje mudar a categoria ou alterar dados pessoais.

De acordo com o professor da equipe que também leva seu nome, Lucivam Alves, o treino pesado e focado foi uma das prioridades na preparação para as disputas. O time composto por nove atletas compete em oito categorias diferentes, entre elas Infantil 11 e Máster 3.

“Estamos com uma boa expectativa para o evento e estamos levando alguns atletas que já foram campeões brasileiros. O nosso projeto social participa da Copa Ajuricaba desde sua primeira edição, e estamos em uma intensa preparação, fazendo um trabalho que possa trazer bom desempenho”, disse.

O atleta Rauany Corrêa, 40, que já participou da edição de 2016 do campeonato, vai competir nas categorias de faixa marrom, peso pesado e Máster 2 e revela a confiança para as disputas.

“Coloquei como meta conquistar mais títulos e medalhas nesta competição. Tenho uma expectativa da participação forte dos atletas locais. Tenho feito preparação física quatro vezes por semana e treinos de jiu-jitsu cinco vezes, com tempo médio de duração de duas horas”, enfatizou.

Homenagem – A copa leva o nome de “Ajuricaba” como homenagem ao professor de jiu-jitsu, Roberval caldas Mascarenhas, que faleceu em 2015, vitima de infarto, e era chamado por seus alunos e amigos de professor Ajuricaba. Roberval Mascarenhas era campeão amazonense de natação e polo aquático, mas fez história no jiu-jitsu, esporte no qual sobressaiu.

FOTO: Mauro Neto e Divulgação

você pode gostar também