Take a fresh look at your lifestyle.

Arrecadação do Amazonas foi de mais de R$ 1,4 bilhão em dezembro

-publicidade-

A arrecadação de impostos e contribuições administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB na Delegacia da Receita Federal em Manaus alcançou o montante de R$ 1.438.536.951,00 em dezembro de 2014, contra R$ 1.389.745.787,00 em dezembro de 2013, apresentando uma variação nominal de 3,51%.

No estado do Amazonas, arrecadação acumulada no período janeiro a dezembro de 2014 totalizou R$ 14,891 bilhões contra R$ 13,806 bilhões de janeiro a dezembro de 2013, apresentando uma variação nominal de 7,85% e real de 1,44% em 2014.

Em relação a participação na 2ª Região Fiscal, composta por todos os estado do Norte, exceto Tocantins, o Amazonas foi responsável por 44,41% de toda a arrecadação de dezembro, que foi de R$ 2.824.435.914,00.

Composição da arrecadação de Dezembro

Desse total, as maiores arrecadações ficaram por conta das receitas previdenciárias (R$ 500,1 milhões), do Cofins (R$ 387,8 milhões) e do Imposto de Renda sobre Pessoa Jurídica (R$ 159,5 milhões).
*inclui: II (imposto de importação), IE (imposto de exportação), IPI (imposto sobre produtos industrializados), IOF (imposto sobre operações financeiras), ITR (imposto territorial rural), CIDE (contribuições de intervenção no domínio econômico), FUNDAF (fundo especial de desenvolvimento e aperfeiçoamento das atividades de fiscalização), CPSSS (Contribuição do Plano de Seguridade Social do Servidor) e outras receitas.

Por Atividade econômica

A atividade econômica que registrou a maior variação absoluta positiva na arrecadação fazendária foi “Fabricação de aparelhos de recepção, gravação de áudio e vídeo”, com um aumento de arrecadação de R$ 352,2 milhões, contribuindo com 27,07% do aumento de arrecadação entre os setores que apresentaram crescimento de arrecadação em dezembro.

A atividade econômica que mais prejudicou o desempenho da arrecadação fazendária foi “Fabricação de aparelhos telefônicos e outros equipamentos de comunicação”, com uma queda de arrecadação de R$ 51,1 milhões, que representa uma contribuição de 17,09% da queda de arrecadação entre os setores que apresentaram queda de arrecadação em dezembro/14.

-publicidade-