Arroz e feijão estão entre os alimentos mais desperdiçados no Brasil

O arroz e o feijão, símbolos da culinária brasileira, representam, juntos, 38% de todos os alimentos desperdiçados no País. A indicação é de uma pesquisa da Embrapa e da Fundação Getúlio Vargas, que entrevistou pessoas de diferentes classes sociais das cinco regiões brasileiras.

O arroz lidera a lista: representa 22% do montante jogado no lixo. Ele é seguido pela carne bovina, que totaliza 20% dos alimentos desperdiçados. Já o feijão e o frango registraram 16 e 15%, respectivamente.

Para o analista da Secretaria de Inovação da Embrapa, Gustavo Porpino, os dados mostram um desperdício similar em todas as classes.

“O interessante é que a gente esperava que, no contexto da classe média baixa, o desperdício de alguns alimentos, principalmente frango e carne, fosse percentualmente menor do que nas classes A e B. Mas os dados da pesquisa não mostram isso. Mostram um desperdício similar em todas as classes sociais e em diferentes regiões.”

Entre os motivos do desperdício apontados pelos pesquisadores está a busca pelo sabor e a preferência pela abundância dos consumidores brasileiros.

“A gente percebe que quando esse preparo constante do alimento no lar está aliado a valorização da abundância, ao não planejamento das refeições, isso aumenta a propensão de haver o desperdício de alimentos.”

O levantamento aponta ainda que a maioria das famílias, ou seja 68%, valoriza ter despensa e geladeira cheias. Os pesquisadores ouviram mais de 1.700 famílias brasileiras.

Reportagem, Cintia Moreira