As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Arsam aprova última resolução em benefício aos usuários dos serviços de abastecimento de água em Manaus

Uma das últimas providências tomadas pelo diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), Walter Cruz, a respeito da fiscalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Manaus, a ser repassada, a partir do dia 13 de março, à Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), foi a criação de um instrumento jurídico em benefício dos usuários do serviço de abastecimento de água.

Trata-se da Resolução n.º 003/2018, que determina algumas condicionantes para a aplicação da penalidade por suposta fraude. O documento aprovado pelo Conselho Estadual de Regulação passou a vigorar nesta segunda-feira (05/03).

Para os engenheiros da Arsam, a concessionária Manaus Ambiental, em muitos casos, agiu de maneira arbitrária, pois aplicou diversas penalidades sem o consentimento do usuário, ou seja, sem a assinatura necessária para validar a Notificação por Infração na Ligação de Água ou Esgoto (Nila).

Com base nos registros de reclamações da Ouvidoria, mais de mil multas foram canceladas pela Arsam desde 2017 até o mês de fevereiro desse ano. A resolução determina que o consumidor esteja presente durante a fiscalização dos técnicos da Manaus Ambiental, que haja autorização para a verificação do medidor, que seja mostrada a irregularidade no momento da vistoria e que seja solicitada a assinatura do consumidor no momento da emissão da notificação por suposta fraude.

O documento também determina que caso haja recusa do usuário em assinar, a concessionária deverá registrá-la na notificação e que a mesma não terá validade quando, no lugar da assinatura, estiver escrito a expressão sem atendimento. “A Nila só será validada mediante a presença de duas testemunhas e todas as multas aplicadas sem o cumprimento de tais garantias aos usuários serão canceladas”, determinou o diretor-presidente da Arsam Walter Cruz.

FOTO: DIVULGAÇÃO/ARSAM