O Comitê de Obras Públicas Integradas (Copi) iniciou, na manhã desta quarta-feira (20/06), o 3º Workshop com o tema “Eficiência da Execução nas Intervenções em Áreas Públicas”, no auditório da Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (EST/UEA), situado na avenida Darcy Vargas, nº 1.200, bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul. O evento contou com a participação de 157 representantes de órgãos públicos das esferas municipais, estaduais e federais, concessionárias prestadoras de serviços, empresas privadas e acadêmicos de engenharia.

O evento foi iniciado pela saudação do diretor da EST, Ricardo Higino, que, na ocasião, compôs a mesa junto com o diretor-presidente da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), Heraldo Câmara, a diretora de operações do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Jeane Mota, o superintendente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM), Swami Vasconcelos, a diretora técnica da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam), Sissy Santos, e o diretor-presidente da Arsam Walter Cruz, que explicou sobre as atribuições da agência reguladora e do Copi.

Walter Cruz enfatizou a importância do evento para a diminuição dos problemas que ocorrem durante as intervenções em vias públicas. “Neste ano, houve um número expressivo de participantes do worskshop, atendendo as expectativas da organização, o que demonstra relevância da atuação do Comitê no Estado. Iniciativas como esta trazem muitos benefícios para a população, porque quanto maior for a interação entre os órgãos públicos e concessionárias, maior serão as resoluções dos problemas de infraestrutura”.

Em seguida, o professor da UEA Ronaldo Mannarino, explanou sobre o Planejamento e Gestão de Segurança e Meio Ambiente e enfatizou sobre as metodologias de prevenção durante as obras públicas. Logo depois, o engenheiro mecânico Thyago Pereira fez uma apresentação acerca da fiscalização do CREA-AM nas obras localizadas em vias públicas, explicando o papel da instituição durante a ocorrência de acidentes e sinistros.

Um dos participantes do evento, o acadêmico de engenharia civil Gustavo Soares, disse que o evento contribuiu com muitas informações relacionadas à área de engenharia. “As palestras e exposições mostraram algumas tecnologias que para nós, estudantes, ainda eram desconhecidas e serviram também para apresentar as funções que vamos poder exercer e as possibilidades de atuação no mercado de trabalho”, afirmou Soares.

Exposições – Durante o Workshop, foram realizadas diversas exposições em stands, como o do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), onde foram exibidas as informações sobre o Produto Interno Bruto (PIB) e publicações no portal da instituição. Os servidores da empresa “PROT-cap’’ também explicaram sobre o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC’s). Os colaboradores da Cigás falaram sobre o funcionamento do uso do gás natural, por meio de uma estação compacta, e explicaram como são prestados os serviços de gás canalizado em estações de grande porte.

Os funcionários do ManausTrans distribuíram nos stands materiais lúdicos e educativos e explicaram para o público as competências da empresa. A Secretaria do Estado de Infraestrutura (Seinfra) expôs as obras de pavimentação nos municípios de Borba, Maués, Careiro da Várzea, Parintins, Nhamundá, Codajás, Autazes, Envira. E no stand da Arsam foi realizado o credenciamento de todos os convidados. No local, a Arsam também deu continuidade da campanha educativa de distribuição das revistas informativas sobre os serviços de gás canalizado e transporte intermunicipal.

FOTO: DIVULGAÇÃO/ARSAM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here