Take a fresh look at your lifestyle.

Arthur Neto: ‘o Distrito Industrial está de cara nova’

-publicidade-

Um verdadeiro presente de Natal foi entregue na manhã desta quinta-feira, 24/12, à cidade de Manaus: o primeiro lote com cinco ruas e quatro rotatórias completamente reconstruídos e um projeto de paisagismo com mais de 7 mil mudas plantadas, tudo isso, no Distrito Industrial, que está ganhando vida nova, pronto para atrair novos investidores e gerar mais emprego e renda aos manauaras. A entrega simbólica, nesta véspera de Natal, foi feita pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto; pela presidente da Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro e pelo titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), general Algacir Polsin.

A ação integra as obras de recuperação viária do Distrito Industrial que contemplam a recuperação de 32 vias, de todas as rotatórias que foram ou estão sendo refeitas com pavimento rígido e projetos urbanísticos em vários pontos. As obras do Distrito estão entre as mais esperadas pela população, porque ali é gerada a maior parte da economia da cidade, tanto de forma direta quanto indireta. O Polo Industrial de Manaus (PIM), o segmento de serviço e a Prefeitura de Manaus são os maiores indutores de emprego e renda da cidade e garantiram o crescimento do PIB, que já é o sexto do país.

“O Distrito Industrial está com nova cara. Temos obras muito avançadas e outras completamente já concluídas. Estamos entregando a rotatória do Armando Mendes, como será oficialmente conhecida a partir de agora, porque a empresa que dava o nome a essa rotatória se recusou a adotar esse espaço, negando um princípio básico da economia mundial que é a integração da empresa à comunidade e a responsabilidade social. Então, não tem porquê manter o nome”, disse o prefeito.

De acordo com Arthur Neto, toda a obra foi feita com muita qualidade para garantir a durabilidade do serviço e a segurança no local. Outras vias também foram entregues simbolicamente. “Temos muitos pontos ainda a entregar nesta quinta-feira”, ressaltou. “Nós estamos fazendo essa obra com o máximo de economia, o dinheiro está na conta do município, mas só autorizamos quando tem as medições e a autorização da prefeitura. A obra de recuperação viária do Distrito Industrial está sendo feita muito bem, restituindo a autoestima dos manauaras que têm orgulho do polo industrial”, afirmou.

O projeto de paisagismo implantado na rotatória do Armando Mendes contempla 6,3 mil metros quadrados de grama, 6.854 mudas ornamentais, 59 mudas florestais e 32 gradis de proteção. Entre as espécies escolhidas estão o cróton, duranta, alamanda, arecas, ixoras, pau pretinho e ipês. No início de dezembro, foi entregue o primeiro dos projetos de paisagismo e urbanização, na avenida Ministro Mário Andreazza, no Distrito Industrial.

“Hoje nós estamos entregando a rotatória do Armando Mendes, com todo um projeto de paisagismo e uma quadra poliesportiva. O que mais me deixa feliz é ter o Fabrício, da comunidade Sharp, que usa esse espaço, e veio aqui agradecer ao prefeito, aos secretários e ao general pela realização da obra e assumiu o compromisso de cuidar. É exatamente isso que a gente precisa. As pessoas precisam cuidar e preservar. Parabéns ao Fabrício e à comunidade por cuidar desse presente para Manaus”, destacou Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Entre as vias recuperadas e rotatórias construídas entregues simbolicamente nesta quinta-feira estão as ruas Mogno, Balata e Ipê e as avenidas Buriti 2 – trecho a rua Abiurana e a rotatória do Armando Mendes – e Cupiúba, além das rotatórias da Oitis, da Cupiúba, da Ipê e da Abiurana, todas construídas com pavimento rígido e plataformas de integração.

“Da emenda parlamentar as obras eram apenas de asfaltamento, a parte de paisagismo é exclusiva da prefeitura, com participação muito grande da primeira-dama. O que foi prometido está sendo cumprido, já foi entregue uma primeira parte e agora está sendo entregue isso aqui, uma praça muito boa, com um ambiente para que as famílias possam aproveitar e um cartão de boas-vindas”, disse o superintendente da Suframa, Algacir Polsin. “Estamos acompanhando diariamente o trabalho de recuperação viária e quero agradecer todos os trabalhadores. O importante é que sejam entregues em boas condições e com durabilidade”, reforçou Polsin.

As obras de recuperação viária do Distrito Industrial 1, na zona Sul, foram retomadas no início de outubro pela Prefeitura de Manaus, após a solução de questões burocráticos e assinatura da repactuação do contrato. O asfalto voltou a correr no Distrito Industrial e prosseguiram a todo vapor, para que fosse concluído o maior número de vias possível ainda na gestão do prefeito Arthur Neto.

O comerciante Carlos Alberto Gomes elogiou os trabalhos de pavimentação que estão sendo feitos no Distrito e nas vias que dão acesso ao bairro Puraquequara, zona Leste. Ele também faz parte de um grupo de treino de ciclismo, que utiliza essas vias e ficou muito feliz, porque agora o treino pode ser feito em vias com todas as condições. “Ficou muito top”, disse Carlos. Ele também elogiou o trabalho de paisagismo na rotatória do Armando Mendes. “Eu passava por aqui e via isso tudo abandonado, agora ficou muito bom, mais uma vez parabéns à prefeitura”, mencionou.

Desde a retomada da operação, várias frentes de obras foram alocadas para o Distrito Industrial, nos seus três lotes de execução do programa de reconstrução viária. Além de 35 vias em todo o Distrito Industrial 1, o pacote inclui também a reconstrução das rotatórias da Suframa, já entregue à população, totalmente reconstruída com pavimento rígido, e a rotatória do Armando Mendes, também revitalizada nos mesmos padrões.

Conforme a repactuação, os recursos destinados às obras são de R$ 136 milhões, por parte do governo federal via Suframa, e a prefeitura entra com uma contrapartida de R$ 20 milhões, incluindo a iluminação de lâmpadas a LED e os projetos de paisagismo e ações de urbanização como calçadas, meios-fios e sinalização horizontal.

Paisagismo

A partir de um convite do general Polsin para que a presidente da Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, fosse madrinha do PIM, os trabalhos de recuperação viária do Distrito Industrial passaram a contar também com melhorias nos passeios públicos, com plantio de mudas ornamentais, recuperação de calçadas e outras ações de urbanismo.

A comissão também atua em mais de 40 pontos da cidade, com a implantação de projetos de paisagismo e urbanismo. No Velódromo, o paisagismo contemplou a fachada, com o plantio de hibiscos (papula matizada), ixora (arbustivas) e patas-de-vaca (arbóreas), além de grama esmeralda; na avenida Álvaro Maia, foi feita limpeza, roçagem e manutenção dos canteiros, recomposição do paisagismo nos canteiros entre os bancos com plantio de ararinha, dianela, ixora, rucélia e mini-alamanda.

Na rotatória do Francisca Mendes, também conhecida como bola do Samu, houve troca de meio-fio e plantio de espécies ornamentais, além de grama. O espaço já é bastante arborizado e receberá canteiros com 1.500 barbas de serpente, 1.010 ixoras, 500 ararinhas, 500 durantas, 50 dracenas e cróton além de 1.500 metros quadrados de grama. No total, o projeto ocupa uma área de 11.419 metros quadrados.

Texto – Jacira Oliveira/Semcom
Foto – Valdo Leão/Semcom

-publicidade-