As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Assista – Protestos violentos marcam fim de semana nos EUA em frente à Casa Branca: policiais entram em confronto

Os Estados Unidos registraram, nesta segunda-feira (1), mais uma madrugada violenta durante os protestos em resposta ao assassinato de George Floyd. Mais de 50 agentes do Serviço Secreto ficaram feridos, incêndios provocados por vândalos perto da Casa Branca. Trump foi levado a um bunker em Washington. Serviço Secreto dos EUA teria tomado a decisão já na última sexta-feira (29), por conta dos protestos que ocorreram diante da Casa Branca.

Quando as autoridades entraram em confronto com os manifestantes pela terceira noite consecutiva, a casa paroquial ligada à histórica Igreja Episcopal de São João do outro lado da rua da Casa Branca foi incendiada no final do domingo. A casa paroquial contém escritórios e salas de reuniões. O porão, que também foi incendiado, é usado para cuidar de crianças durante os cultos da igreja, e passou recentemente por reformas.

A igreja diz que todo presidente que começa com James Madison, “até o presente”, assistiu a um culto na igreja, com o apelido de “igreja dos presidentes”. Os primeiros cultos na igreja foram realizados em 1816, de acordo com seu site. Antes do incêndio, as autoridades da igreja disseram que estavam agradecidas por o dia anterior de protestos não ter danificado significativamente a estrutura. “Temos a sorte de que os danos aos edifícios sejam limitados”, disse o reitor da igreja, Rev. Rob Fisher, em comunicado no domingo, várias horas antes do incêndio.

Violência policial e saques pelo país

Por volta das 22h, pessoas entraram em confronto com policiais na região da Union Square, em Manhattan, ateando fogo em latas de lixo e em barricadas, com chamas que chegavam a dois andares de altura. Saques e depredações de lojas também ocorreram em diferentes pontos da cidade.

Por Gazeta Brasil