As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Atendimento a pacientes com sintomas de síndrome gripal é reforçado em Manaus por conta do inverno amazônico

De acordo com informação do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), no período de 27 de outubro de 2019 até o último dia 16 deste mês, o município de Manaus registrou oito óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave

Para prevenir a ocorrência e o agravamento de casos da Síndrome Gripal e da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), causadas por diferentes tipos de vírus circulantes neste período do ano, a Prefeitura de Manaus está reforçando as orientações aos profissionais da rede de Atenção Básica, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para o diagnóstico e manejo clínico de pacientes.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), enfermeira Marinélia Ferreira, explica que os primeiros meses do ano, com o inverno amazônico, representam o período sazonal com maior ocorrência de casos de síndrome gripal e de SRAG.

“Os profissionais da rede municipal de saúde estão sendo orientados para fortalecer as ações de notificação, monitoramento, diagnóstico e tratamento. A intenção é fazer com que os casos sejam identificados de forma precoce para que o paciente possa receber o tratamento adequado, evitando o agravamento da doença e reduzindo o risco de transmissão”, informa Marinélia.

Ocorrências

De acordo com informação do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), no período de 27 de outubro de 2019 até o último dia 16 deste mês, o município de Manaus registrou oito óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo dois por Influenza B, um por Adenovírus, um por Metapneumovírus, um causado por dois vírus (Metapneumo e Adenovírus) e em três casos não houve identificação do vírus.

“Atualmente, a maior preocupação nos serviços de saúde é com a circulação do vírus da Influenza B, que tem apresentado aumento no número de casos. E as duas pacientes que foram a óbito por Influenza B não integravam o grupo considerado de risco para o agravamento da doença e também não apresentavam doenças anteriores. Por isso, a população e os profissionais de saúde devem ficar atentos para o agravamento dos sintomas, em especial a dificuldade respiratória”, alerta a gerente do Cievs, enfermeira Eliane Campos.

A Influenza B é um tipo de gripe causado pela cepa B do vírus da gripe. Os sintomas iniciais são febre alta, dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca, podendo evoluir para complicações como pneumonia.

Antiviral

Como ocorre desde o ano passado, a Semsa conta com 23 Unidades de Saúde como referência na dispensação da medicação com antiviral em casos de síndrome gripal, mediante receita médica da rede pública ou privada, destinado aos pacientes que possuem condições e fatores de risco, conforme avaliação clínica (suspeita e diagnóstico).

Para a prevenção, além da vacinação anual contra gripe para os grupos de risco, na prevenção à Influenza A e B, a população pode seguir algumas recomendações: frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento; utilização de lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; higienizar as mãos após tossir ou espirrar; manter os ambientes bem ventilados; e evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza.

Locais de dispensação da medicação

LESTE

UBS LEONOR BRILHANTE– Avenida Autaz Mirim, Tancredo Neves

UBS AMAZONAS PALHANO– Rua Antônio Matias, São José

UBS ALFREDO CAMPOS– Avenida Cosme Ferreira, Zumbi

UBS GEBES MEDEIROS– Avenida Pirarucu, Jorge Teixeira

NORTE

UBS AUGIAS GADELHA– Rua A, 17, Cidade Nova

UBS SÁLVIO BELOTA– Rua João Monte Fusco, Santa Etelvina

UBS JOSÉ FIGLIOULO– Rua Rio Arinos, conjunto Residencial Viver Melhor, Lago Azul

UBS BALBINA MESTRINHO– Rua Major Silverio J. Nery (Rua 170), núcleo III, Cidade Nova

OESTE

UBS LEONOR DE FREITAS– Avenida Brasil, Compensa

UBS DEODATO M. LEÃO– Avenida Presidente Dutra, Glória

SUL

UBS DR. JOSÉ RAYOL– Avenida Constantino Nery, Chapada

UBS MORRO DA LIBERDADE– Rua Dona Mimi (Rua São Benedito), Morro da Liberdade

RURAL

UBS FLUVIAL DR. ANTÔNIO LEVINO

UBS FLUVIAL DR. NEY LACERDA

UBS ADA VIANA RODRIGUES – Comunidade Nova Canaã (BR 174 R-10)

UBS PAU ROSA (R-41 R-42) – Ramal do Pau-Rosa, Entrada do KM 21, Assentamento Tarumã-Mirim, BR 174;

UBS SÃO PEDRO– Comunidade Bom Jesus – AM 010, KM 25 E Adjacências;

UBS EPHIGENIO SALLES (R-34) Ramal Água Branca II, KM 45, Rodovia AM-010;

UBS NOSSA SENHORA AUXILIADORA – Comunidade Nossa Senhora Auxiliadora – Tarumã-Mirim;

UBS NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – Comunidade Nossa Senhora de Fátima – Tarumã-Mirim;

UBS NOSSA SENHORA LIVRAMENTO – Comunidade Nossa Senhora do Livramento, Tarumã-Mirim.

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa