25.3 C
Manaus
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Atleta da rede estadual do Amazonas representa o Brasil no campeonato mundial de xadrez, na Itália

O estudante amazonense Suan Lira, aluno do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, localizado na zona leste de Manaus, está na Itália representando o Brasil no Campeonato Mundial da Juventude de Xadrez, na categoria Sub14. Disputado na cidade de Montesilvano, a competição é o principal evento esportivo do mundo na modalidade, e conta com a participação de cerca de 180 atletas, que representam mais de 90 países de todo o globo. 

Outros dois atletas brasileiros integram a delegação em diferentes categorias: Esther Ramazzotte, do Paraná, e João Borba, de Pernambuco. Todos foram campeões brasileiros de suas respectivas categorias, no último Campeonato Brasileiro Absoluto de Xadrez, realizado em maio, na cidade de  Natal (RN).

A participação no principal campeonato do mundo na categoria dele é fruto do projeto de xadrez da Coordenadoria Distrital de Educação (CDE) 5, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar. Desde 2021, Suan e, aproximadamente, outros 500 alunos do Ceti Elisa Bessa Freire começaram a praticar o esporte.

Professor da rede estadual de ensino e treinador do Suan desde o início da sua carreira, Andrey Neves,  foi um dos desenvolvedores do projeto na unidade de ensino. Hoje, enquanto chefe da delegação do Brasil neste campeonato mundial, enfatiza que Suan vem apresentando uma maturidade impressionante. 

“O Suan começou no xadrez em julho de 2021, e em janeiro do ano seguinte ele já participou de uma competição internacional em Florianópolis. Treinamos juntos desde então”, comentou o treinador. 

O professor destacou o comprometimento do jovem com o esporte e ressaltou que os treinos diários variam de 4 a 5 horas. 

“Está no caminho certo para atingir nossa meta, que é aumentar a pontuação no ranking da Federação Internacional de Xadrez”, destacou o professor, que também é competidor profissional de xadrez, com diversos títulos estaduais e participações internacionais. 

Amor pelo esporte

Suan disputou nesta terça-feira (21/11), sua oitava partida neste campeonato mundial. Mesmo estreante, o retrospecto é positivo. Até o momento, são duas vitórias, quatro empates e duas derrotas. Números competitivos do discente da rede estadual, que resume sua trajetória no xadrez em uma única palavra: “amor”. 

“O campeonato mundial é um outro nível, com jogadores muito fortes. Meu objetivo é continuar melhorando, sempre”, compartilhou o jovem atleta.

Suan contou que quando começou a trajetória dele, não conhecia nada do mundo do xadrez e hoje acha tudo fascinante. Para o estudante, estar na competição representa a realização de um sonho.

“Ainda faltam alguns jogos para encerrar minha participação aqui. Vou fazer uma avaliação completa do futuro, depois de realizar mais este sonho”, ressaltou Suan.

Previsto para encerrar no próximo sábado (25/11), o campeonato mundial, apesar de importante, é mais uma data na corrida agenda de Suan. Até o final de dezembro, o atleta vai participar do Sulamericano Escolar de Xadrez, no Chile; e também de mais um Campeonato Brasileiro Absoluto, em Recife (PE). As vagas foram conquistadas após a medalha de ouro nos Jogos Brasileiros Escolares (JEBs) 2023 e do título em Natal, previamente citado. 

“Queria agradecer, por meio da Secretaria de Educação, o Governo do Amazonas, que sempre auxiliou na compra das nossas passagens para a participação nos campeonatos. Também quero agradecer o apoio que a Secretaria tem nos dado no projeto lá na escola, que já produziu muitos atletas. Nosso objetivo sempre foi formar campeões, mestres de xadrez, e hoje já podemos ver os primeiros resultados”, finalizou o treinador Andrey Neves.

FOTOS: Divulgação/ Federação Internacional de Xadrez (Fide)

spot_img