Projeto ‘Trilhares em Cena’ está na programação da ‘Feirinha’ deste domingo.

Através do universo imaginário da contação de histórias, artistas mirins da Companhia Trilhares estarão neste domingo (26) promovendo o ‘Trilhares em Cena’ na terceira edição da ‘Feirinha’, a partir das 18h, no Largo São Sebastião.

Segundo Rafaela Margarido, diretora executiva da Cia. Trilhares, o projeto é uma chance dos artistas em formação se experimentar enquanto atores para diversos públicos. “Através do núcleo estamos levando arte e entretenimento de qualidade. A primeira apresentação do elenco será na ‘Feirinha’, por isso já possuem agenda de ‘gente grande’”, disse.

O projeto reúne 14 crianças e adolescentes, alunos de teatro da escola de artes da Cia. Trilhares, que passaram por uma audição e participam de apresentações gratuitas para o público infantil.

Sobre os Espetáculos

O núcleo de contação de histórias é formado por Laura Vitoria, Maria Clara Pimentel, Valentina Marques, Juliany Souza, Leticia Janja, Aadrya, Maju Martins, Adriano Barros, Maria Clara Moreno, Maria Carolina Zen, Elaine Regina, Grazi Amorim, Yago Andrade e Davi Ramos, com direção de Thiana Colares e produção de Rafaela Margarido.

As apresentações de ‘A Conselheira da Rainha’ iniciam às 18h10 e de ‘A Linda Flor’, às 20h25.

Companhia Trilhares

A Companhia de Teatro Trilhares nasce em 2014, na cidade de Manaus, idealizada por jovens produtores e artistas com o objetivo principal de fazer teatro para infância.

Com espetáculos autorais e adaptações de grandes clássicos do teatro infantil, como ‘O Pequeno Príncipe’, ‘Não Acredito, Eles Falam!’ e ‘Os Saltimbancos e a Máquina’, a Companhia busca, em seus processos criativos, sensibilizar seu público-alvo, estimulando e respeitando a inteligência das crianças.

Com produções ativas, a Trilhares já esteve presente em festivais de teatro regionais e nacionais, como o Festival de Teatro da Amazônia, Festival Curumim de Teatro de Bonecos do Amazonas e Festival de Teatro de Duque de Caxias (RJ), em que ganharam os prêmios de melhor texto original infantil, melhor espetáculo e indicações de melhor atriz e melhor direção.

Em 2015, a Companhia cria a escola de artes, com cursos modulares para crianças e adolescentes de Manaus que imergem no ensino das linguagens da cena.