Take a fresh look at your lifestyle.

Audiência Pública para discutir a reforma administrativa do Governo do Estado, em especial, a extinção da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti)

-publicidade-

Às 10h desta terça-feira (3/3), na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), o deputado José Ricardo Wendling (PT), juntamente com a deputada Alessandra Campêlo (PCdoB) e o deputado Luiz Castro (PPS), realiza Audiência Pública para discutir a reforma administrativa do Governo do Estado, em especial, a extinção da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), por meio das Comissões de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa, da qual é presidente, da Mulher, das Famílias e do Idoso e de Meio Ambiente.

“A sociedade inteira está perplexa diante da falta de compromisso e de coerência do Governo do Estado com o futuro da região, ao decidir reduzir essa Secretaria a um mero departamento da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan). Um grande retrocesso”, disse ele, informando que a Comissão está participando de outros debates sobre essa reforma: nesta segunda (extinção da Secretaria da Mulher) e quarta (ausência de políticas públicas efetivas para a juventude).

Para José Ricardo, a sociedade é unânime em afirmar a importância dos investimentos em ciência e tecnologia para o desenvolvimento do Amazonas. “Precisamos criar alternativas econômicas, além da Zona Franca de Manaus (ZFM). Já apontava que o Estado deveria aumentar os investimentos nessa área”, afirmou ele, que reapresentou este ano na Assembleia Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para aumentar de 1% para 2% os recursos estaduais em ciência e tecnologia, pesquisa e inovação.

O deputado ressaltou que irá fazer a sua parte: discutir com a sociedade para que se manifeste sobre essa problemática. “Não podemos deixar a ciência e tecnologia em segundo plano. Porque é urgente trabalhar a nossa biodiversidade, transformando o conhecimento em benefícios para a população”, finalizou.

-publicidade-